Diverted! Avianca Brasil desvia avião que iria para Miami

20

[Voltei! Quem me acompanhou pelo Instagram nos últimos dias viu que eu fiz uma longa jornada até Ilhas Maurício, na África, por isso o site ficou abandonado nos últimos 15 dias. Me desculpem!
Voltando ao que interessa: o novo capítulo da recuperação judicial da Avianca Brasil! Vocês viram que o avião de matrícula PR-OCX da companhia, que fazia a rota de São Paulo (GRU) a Miami (MIA) em 06/03, foi desviado para San Juan (SJU), em Porto Rico?
A Band publicou o seguinte sobre o ocorrido:

Segundo informações internas, a empresa não pagou a taxa de sobrevoo cobrada por Cuba, por isso a aeronave foi impedida de sobrevoar o espaço aéreo do país.
Com isso, o avião precisou retornar e pousar na cidade de San Juan.
A taxa de sobrevoo é uma tarifa cobrada pela maioria dos países pelo uso do espaço aéreo.

Verificando no FlightRadar24, é possível visualizar a rota que o avião percorreu:

Avião da Avianca Brasil que faria São Paulo a Miami desvia para San Juan, em Porto Rico
Avião da Avianca Brasil que faria São Paulo a Miami desvia para San Juan, em Porto Rico

Pelo que constatei através de informações do site, o avião que deveria chegar a Miami no dia 07/03 pela manhã, saiu de San Juan no dia 07/03 de noite.
Avião da Avianca Brasil voa de San Juan para Miami
Avião da Avianca Brasil voa de San Juan para Miami

Dessa maneira, o voo de Miami (MIA) a São Paulo (GRU) que seria operado pela Avianca Brasil no dia 07/03 só partiu hoje, dia 08/03. Neste momento (09h da manhã) ele encontra-se em trânsito para o Brasil, e o que é mais bizarro! O avião está gastando mais combustível para desviar de Cuba, o que nos leva a crer que as taxas ainda não foram pagas!
Avião da Avianca Brasil voa de Miami a São Paulo com atraso
Avião da Avianca Brasil voa de Miami a São Paulo com atraso

Um dos passageiros do voo fez uma publicação no Twitter reclamando com a companhia aérea, já que estavam presos dentro da aeronave há horas!


No excelente artigo sobre rotas aéreas do Goytá, colunista no Aviões e Músicas, gentilmente indicado a mim pela leitora Cris, ele mesmo cita o seguinte:

[…] custaria uma fortuna em combustível e perda de competitividade por causa do maior tempo de voo se as empresas americanas evitassem o espaço aéreo cubano em suas rotas para a Jamaica, Panamá, Colômbia e Peru.

E o que a Avianca Brasil está fazendo? Evitando o espaço aéreo cubano e aumentando seus custos em combustível!
Por fim, vocês viram o que está aparecendo no site da Avianca Colômbia quando pesquisamos trechos domésticos com a Avianca Brasil?

Aviso site da Avianca Colômbia
Aviso site da Avianca Colômbia

É uma pena ver a companhia nestas condições, mas a situação realmente não está fácil para a Avianca Brasil, ou OceanAir Linhas Aéreas?