Avião da Ukraine Airlines foi abatido pelo Irã

11

O Primeiro Ministro do Canadá acaba de afirmar em entrevista que o avião da Ukraine International Airlines (UIA), com 63 vítimas canadenses, foi abatido por um míssil iraniano (surface to air missile). Ele ponderou que o evento pode não ter sido intencional.

Justin Trudeau fez sua alegação com base em relatórios das agências de inteligência canadenses e de seus aliados. Ele foi veemente ao afirmar que o Canadá irá trabalhar na investigação do acidente junto com as autoridades de países aliados.

Geralmente, nos casos de acidentes aéreos, a investigação fica a cargo do país em cujo território a aeronave se acidentou juntamente com técnicos especializados da empresa aérea fabricante da aeronave, no caso a Boeing.

O B737 da Ukraine International Airlines decolou do aeroporto de Teerã em direção a Kiev e caiu em poucos minutos de voo, logo após ter atingido cerca de 8.000 pés. Não houve qualquer alarme dos sistemas da aeronave ou comunicação dos pilotos com a torre indicando problemas. Entre as vítimas, havia 82 iranianos, 63 canadenses e 11 ucranianos.

Ukraine
Ukraine Iternartional Airlines PS752 – Imagem Folha de São Paulo

A questão é que o acidente ocorreu em meio as altíssimas tensões entre os governos norte-americano e iraniano, após a invasão da embaixada americana em Bagdá, no Iraque e com a subsequente retaliação americana que matou o chefe da Guarda Iraniana, o General Qassem Soleimani.

Fontes do governo iraniano afirmaram, inicialmente, que não enviariam as caixas-pretas para a análise da Boeing e das autoridades americanas. Não se sabe ao certo como o governo iraniano irá proceder agora que, aparentemente, as investigações preliminares estão apontando as próprias forças armadas iranianas como responsáveis pelo desastre e após o pronunciamento do primeiro ministro do Canadá.

Ainda é muito cedo para se tirar qualquer conclusão, mas chama a atenção o fato de o Primeiro Ministro Justin Trudeau ter feito um anúncio oficial sobre o acidente com a aeronave da Ukraine Airlines.

Irei atualizar o post com mais informações assim que as demais autoridades interessadas se manifestarem.