Clube Esfera ou Clube Livelo – Qual é melhor?

7
Clube Esfera ou Clube Livelo, qual é melhor?

Hoje vamos fazer uma comparação entre os Clube Esfera e Clube Livelo, abordando os principais pontos relacionados aos benefícios auferidos com as assinaturas em comparação ao custo despendido para fazer parte deles, levando em conta o ponto de vista do nosso leitor em primeiro lugar.

Ontem o Claudio divulgou a novidade do momento, o novo clube de pontos do programa Esfera do Banco Santander, dando um panorama geral sobre o clube, o que vocês podem conferir aqui.

Clube Esfera

O Clube Esfera segue a mecânica do seu concorrente direto, o Clube Livelo, e também dos clubes dos programas de fidelidade das três companhias aéreas nacionais e da TAP, onde mediante um pagamento mensal recorrente, o associado recebe uma quantidade fixa de pontos, da seguinte forma:

  • Clube 200 – R$ 27,90
  • Clube 1.000 – R$ 54,90
  • Clube 5.000 – R$ 229,90
  • Clube 20.000 – R$ 839,90

A inovação do Clube Esfera foi adicionar uma bonificação turbinada para três lojas a serem escolhidas pelo associado, como vocês podem conferir na tabela abaixo:

Os parceiros cadastrados a princípio são Netflix, Spotify, Magalu, Centauro, ifood e Rappi. Lembramos que haverá uma limitação na quantidade de pontos que será possível acumular por essa via a depender do clube escolhido pelo associado, além do multiplicador, que também estará atrelado ao “escalão” escolhido pelo associado e do valor pago pelo clube.

Atualização: O nosso leitor Henrique S postou nos comentários um cálculo que achamos interessante destacar no texto principal: “Para atingir o limite mensal de 10 mil pontos, é preciso um gasto mínimo mensal em 3 parceiros de: Unlimited: 455 USD, Unique: 500 USD e Elite: 667 USD. Considerando que o clube tem multiplicador x2 como piso, com estes gastos mínimos acima você já ganharia 2 mil pontos. Portanto, o custo de 150 reais do Multiplicador x10 dá um benefício extra de 8 mil pontos Esfera (18,75 o milheiro).”

Os associados terão também outros benefícios e descontos que podem ser conferidos aqui no post do Claudio e também na página oficial do Clube Esfera, clicando aqui.

Importante destacar que é preciso ter um cartão de crédito do Banco Santander participante do programa Esfera para contratar os clubes de pontos e que não é possível trocar de plano. O cliente, caso queira, precisará cancelar o plano existente e depois contratar outro, após aguardar a data de recorrência, já que os planos são pré-pagos.

Clube Livelo

O Clube Livelo foi lançado em outubro de 2016 e tem como diferencial o fato dos pontos provenientes do clube não expirarem enquanto o clube permanecer ativo, além de bônus maiores na transferência dos pontos para os programas parceiros e acesso a promoções especiais e benefícios exclusivos.

Naquele momento, os clubes disponíveis eram os seguintes:

  • Clube 500 ao custo de R$ 21,90 por mês
  • Clube 1.200 ao custo de R$ 39,90 por mês
  • Clube 3.000 ao custo de R$ 99,90 por mês
  • Clube 7.000 ao custo de R$ 199,90 por mês

Em abril de 2017 foi lançado o Clube 20.000 ao custo de R$ 649,90 por mês, o que representava um custo de R$ 32,50 para cada 1.000 pontos.

Em junho de 2017 a Livelo reajustou o preço do seu Clube 7.000 em 15%, passando a cobrar por ele o valor de R$ 229,90 por mês. A última alteração e reajuste de valores veio em março de 2019, passando a cobrar os seguintes valores que permanecem até os dias de hoje:

O Clube 1.200 foi reconfigurado para Clube 1.000 e a mensalidade foi reajustada para R$41,90, enquanto o Clube 3.000 passou a custar R$ 123,90, o Clube 7.000 passou a custar R$ 289,90 e o Clube 20.000 passou a custar R$ 799,90. A dica importante aqui é que a Livelo manteve os valores antigos para quem já tinha os clubes contratados, o que fez com que muitos associados mantivessem os planos ativos.

A Livelo ainda conta com o benefício chamado “Pontos não expiram” ao custo de R$ 12,90 ao mês. Hoje esse benefício se estende a todos os pontos existentes na conta do associado, em uma mudança recente benéfica, já que quando do seu lançamento ele apenas atingiria os pontos acumulados após a contratação do serviço.

Algumas Palavras

É interessante ver o Santander se mexer e correr atrás do seu concorrente direto. Confesso que não vejo com bons olhos essa inflação de pontos no programa, pois isso pode com o tempo prejudicar a principal vantagem que vejo hoje no programa Esfera, que é a transferência para o Iberia Plus na proporção 1:1.

Também não achei muito convidativos os preços ofertados, inclusive porque esporadicamente eles têm vendido pontos com valores mais atrativos do que os pontos gerados por esses clubes. A vantagem que posso destacar é o fato do clube ser acessível apenas aos portadores dos cartões Santander, o que evita a massificação do acúmulo e também valoriza o cliente do Banco.

Se por um lado o Santander Esfera tem o Iberia Plus como parceiro na proporção 1:1, a Livelo tem o TAP Miles & Go com a mesma proporção, além de ter o grande diferencial das promoções recorrentes com generosos bônus de transferência. Além disso, a Livelo possui muito mais parceiros aéreos e não aéreos, o que inegavelmente gera muito valor ao programa.

Particularmente, não considero vantajosos os valores cobrados atualmente pelos Clubes Livelo, mas para quem é associado pelos valores antigos, acredito que vale a pena manter. Para quem deseja contratar o clube agora, tem que fazer as contas e analisar a bonificação oferecida no momento da transferência, bem como o destino que será dado a esses pontos.

Apesar de gostar muito do programa Esfera e do Iberia Plus e tendo em vista a proposta deste post, em minha opinião, o Clube Livelo sai vencedor nessa disputa. E vocês, diante das minhas ponderações, o que acham?

Clube Esfera ou Clube Livelo, qual é melhor?