Colômbia e Peru proíbem voos para o Brasil e a Alemanha deve seguir o exemplo

4
Colômbia e Peru proíbem voos para o Brasil e a Alemanha deve seguir o exemplo

A lista não pára de crescer, depois de Portugal, agora é a vez da Colômbia e do Peru proibirem voos para o Brasil devido à mutação do coronavírus identificado em Manaus.

Colômbia

Segundo comunicado do governo colombiano, os voos entre os dois países serão suspensos por 30 dias numa tentativa de conter a propagação da nova variante, mais contagiosa, do coronavírus.

Enquanto os voos de passageiros estão suspensos entre o Brasil e a Colômbia, os voos cargueiros continuam operando normalmente.

Desde o início da pandemia da covid-19, a Colômbia fechou as fronteiras marítimas e terrestres com os países vizinhos, incluindo o Brasil. A medida deve continuar em vigor até, pelo menos, 01 de março.

Peru

Entre 31 de janeiro e 14 de fevereiro Lima estará em um lockdown total na tentativa de conter o avanço do coronavírus. Além disso, o governo peruano proibiu todos os voos para o Brasil até 14 de fevereiro. Vale ressaltar que todos os voos procedentes da Europa também estarão proibidos.

Alemanha

Segundo o jornal O Globo, a Alemanha seguirá o exemplo de Portugal, Itália e Reino Unido e proibirá a entrada em seu território de viajantes procedentes do Brasil. A proibição incluirá também o Reino Unido, Portugal e África do Sul.

Pelas notícias que se tem até agora, a Alemanha seguirá adiante com a iniciativa independente da posição adotada pela União Europeia.

“Não podemos esperar uma solução europeia que atenda às nossas expectativas tão cedo, por isso estamos preparando medidas nacionais”, afirmou Horst Seehofer, ministro do Interior.

Seehofer ressaltou, no entanto, que o transporte de mercadorias e suprimentos médicos não será afetado pelas restrições que estão em discussão em Berlim e em vias de ser anunciado.

Caso a proibição efetivamente aconteça, é bem provável que a Lufthansa suspenda seus voos de passageiros para o Brasil por algum tempo. Será que chegaremos ao extremo de ficarmos completamente isolados do continente europeu?

Maxmilhas