Estou começando no mundo dos pontos e milhas ou ainda não tenho cartão de crédito, por onde começar?

15
Estou começando no mundo dos pontos e milhas ou ainda não tenho cartão de crédito, por onde começar?

Este artigo é dedicado aos jovens que estão começando no mundo dos pontos e milhas, que ainda não possuem um cartão de crédito ou utilizam algum cartão de crédito que não acumula pontos. Muitos não entendem bem como essas coisas funcionam e ficam perdidos, sem saberem por onde começar.

Muitas vezes nos dedicamos a falar dos cartões de crédito top tier, mais caros e que oferecem mais benefícios, mas que são inacessíveis para quem está começando a sua vida financeira. E foi pensando nisso que escolhemos a sugestão enviada para o nosso Instagram pela nossa leitora Verena, que gostamos bastante e passamos a tratar a partir de agora.

Vemos muitos jovens utilizando cartões gratuitos, como por exemplo o roxinho Nubank, pois são em primeiro lugar gratuitos, além de terem uma pegada mais descolada, uma comunicação mais simples e uma plataforma digital eficiente. Porém, cartões como esse, não oferecem um bom programa de pontos, mesmo que esse exemplo especificamente, ofereça um programa de pontos fraco mediante o pagamento de uma mensalidade.

Assim como o Nubank, os principais emissores do Brasil oferecem cartões de crédito semelhantes, como Itaucard Click, Credicard Zero, Santander Free ou Play (esse destinado aos universitários), Ourocard Fácil, Next (pertencente ao Bradesco), Digio (pertencente a Elopar, do BB e Bradesco), Banco Inter, dentre outros.

Meu objetivo aqui não é falar sobre os cartões acima e sim mostrar que mesmo para quem está iniciando a sua vida financeira, é possível se valer de cartões que ofereçam mais benefícios e acumulam pontos ou milhas. Vocês podem me dizer, “ah, mas esses cartões possuem anuidade!” e a resposta é sim, mas aqui vale a velha máxima “Não existe almoço grátis”!

O que quero mostrar para vocês é que é possível transformar as suas compras do dia a dia em pontos, que aos poucos vão se somando e logo se transformarão na sua primeira passagem aérea emitida com seus próprios pontos. É verdade que atualmente com a escalada do dólar (principal fator de conversão de compras em pontos), está cada vez mais difícil acumular pontos, mas antes juntar aos poucos do que não juntar nada, concordam?

E aqui vão algumas dicas importantes:

  • Procure um cartão de crédito que os pontos e milhas não expiram ou que seja possível prorrogar a validade desses pontos
  • Não se assuste com os valores das anuidades, sempre é possível negociar com o emissor e na maioria das vezes é possível conseguir a isenção total dela
  • SEMPRE aproveite as promoções de transferências bonificadas (que muitas vezes chegam a 100%) para enviar os seus suados pontos para os programas de milhas das empresas aéreas.

Cartões que pontuam em Real

Esse é um grande diferencial hoje com a alta do dólar. Apesar de acreditar que venham bons cartões pontuando em Real no futuro próximo, hoje o melhor cartão para acumular pontos nessa proporção é o cartão Pão de Açúcar. Importante destacar que apenas as variantes Gold e Platinum acumulam pontos e esses cartões podem ser solicitados exclusivamente pelo site ou app do Pão de Açúcar.

Não se assuste com o valor da anuidade, como eu expliquei acima, você sempre conseguirá a isenção ou um ótimo desconto no valor dela. Tampouco se assuste com a renda mínima exigida, os emissores não exigem a comprovação da renda, portanto vocês podem informar a renda mínima exigida e esperar a resposta do banco, certo que muitas vezes você terá a grata surpresa da aprovação.

Outros cartões interessantes

Considero interessantes outros cartões de crédito de entrada que pontuam na Livelo, como os do Banco do Brasil e os do Bradesco. Esse programa possui várias empresas aéreas parceiras, além do Clube 1.000 que custa R$ 42,90 por mês e lhe dá 1.000 pontos por mês, permitindo adquirir o benefício “Pontos Não Expiram” por R$ 12,90 ao mês, evitando assim que seus pontos expirem. Aliás, esse é o principal ponto negativo para quem começa a acumular pontos e motivo de desânimo para muitos, quando veem seus suados pontos expirando.

A dica que posso dar aqui, caso não consigam a aprovação da variante Platinum, comecem pelo Internacional e vão sempre tentando o upgrade com a gerência e também com a Central de Atendimento de Cartões, pois os cartões Platinum possuem inúmeros benefícios adicionais, além de oferecerem uma pontuação mais alta, que é o nosso foco aqui nesse post, sem que sejam muito difíceis de isentar ou ter um bom desconto na anuidade.

Outro cartão que considero interessante é o Santander AAdvantage Gold, que possui uma renda mínima exigida bem baixa, além de pontuar em um dos programas onde considero a milha aérea mais valiosa, com a grande vantagem dos pontos do programa AAdvantage, da American Airlines, não expirarem desde que a conta tenha uma única movimentação de acúmulo ou emissão de passagem a cada 18 meses, certo que o acúmulo proveniente do cartão de crédito é válido para esse fim.

Após algum tempo de uso é possível solicitar o upgrade para o cartão AAdvantage Platinum, que possui inúmeros benefícios adicionais, além de oferecer uma pontuação mais alta e ser razoavelmente tranquilo de conseguir isenção ou um bom desconto na anuidade. Claro que essa sugestão é para quem pretende fazer alguma viagem internacional, especialmente para a América do Norte.

Existem também os cartões cobranded das empresas aéreas nacionais, que são os que acumulam pontos diretamente nas empresas aéreas Azul (TudoAzul), Latam (Latam Pass) e Gol (Smiles), como os cartões Azul Itaucard, Latam Itaucard ou Gol Smiles (emitido pelo Banco do Brasil, Bradesco e Santander).

A respeito desses últimos, não consideramos cartões interessantes, pois os pontos entrarão com a data de expiração desses programas, além de deixarem de participar das promoções de transferências bonificadas possíveis em cartões que acumulam nos programas próprios, como é o caso da Livelo, o que faz uma enorme diferença na quantidade final das milhas nos programas das empresas aéreas.

Algumas Palavras

Esse é um assunto com inúmeras variáveis e é impossível abordar todas as possibilidades em um único post, além do que minha intenção foi dar uma visão geral para quem está iniciando nesse mundo dos pontos e milhas.

Também não quis me alongar muito para não deixar o texto cansativo, mas estaremos disponíveis aqui no campo dos comentários abaixo para sanar quaisquer dúvidas que vocês possam ter sobre esse assunto, além de estarmos abertos a novas sugestões de posts como esse por meio das nossas redes sociais.

Portanto, recomendo fortemente que vocês troquem os seus cartões de crédito gratuitos que não acumulam pontos por algum que pontue, garanto que se usado de forma consciente, conhecendo as regras do jogo, cuidando da expiração dos pontos e aproveitando as promoções de transferências bonificadas, logo vocês também conseguirão fazer uma ótima viagem com as milhas acumuladas.

E garanto que após essa primeira conquista, vocês nunca mais verão esse universo da mesma forma. É um caminho sem volta, no bom sentido, e garanto a vocês que é fantástico!

O que vocês acharam das dicas acima? Qual cartão de crédito você recomenda para o acúmulo de pontos e milhas para quem está começando?

Para Saber Mais

Vocês podem consultar nossas análises sobre os principais cartões de crédito que acumulam pontos e milhas clicando aqui.