Como aproveitei as promoções publicadas no blog para otimizar estadias de hotéis

0

[No mês passado realizei uma viagem de 15 dias pelo Chile, Argentina e Uruguai. Em outra publicação demonstrarei como realizei a emissão dos bilhetes aéreos [clique aqui]. Por ora, o foco será mostrar como você pode reduzir consideravelmente o custo de suas estadias aproveitando as ofertas de programas de fidelidade frequentemente publicadas aqui.

Primeira oportunidade, milhas Smiles

Com o lançamento dos bônus para adesão do Clube Smiles no início do ano e sem o período de permanência mínima de 6 meses para cancelamento (hoje em dia existe esta cláusula), vislumbrei uma oportunidade no plano 5.000 onde nos primeiros 3 meses acumulava-se 10.000 milhas por mês ao preço de R$150 por mês ou R$15 cada 1.000 milhas. Como eu sabia que iria precisar reservar vários hotéis esse ano e frequentemente o Smiles reduz a tarifa de transferência de milhas Smiles para o programa Le Club da AccorHotels de 4:1 para 3:1, resolvi aproveitar.
Como esperava, em maio o Smiles reduziu a conversão de milhas Smiles para o Le Club de 4:1 para 3:1. Ou seja, as 30.000 milhas Smiles que paguei R$450 se transformaram em € 200 em vouchers, ou R$ 796 (conversão do Euro à época de € 1 = R$3,98) para resgate de diárias no programa de fidelidade da Accor, uma economia de 43%. Também aproveitei e transferi mais 20.000 milhas da conta Smiles da namorada para minha conta Le Club (para quem não sabia desta funcionalidade, fica a dica). Além disso, estes pontos contam como pontos qualificáveis o que, somados com o saldo que eu já possuía, me fez virar Platinum até Dez/2017 (é necessário 25.000 pontos qualificáveis para atingir este status).

Segunda oportunidade, promoção Le Club

Para quem reservasse hotéis até o dia 30 de maio com dinheiro (não valia para reserva com pontos), o programa Le Club da rede AccorHotels estava oferecendo até 6.000 pontos bônus para 3 estadias de no mínimo duas noites em hotéis diferentes. Como eu passaria pelo Chile, Argentina e Uruguai, não tive problemas em reservar 2 diárias em hotéis Ibis e Mercure nestes países. Ou seja, obtive de volta um retorno de EUR 120, ou R$440 (na conversão atual do Euro), que já foram lançados em minha conta Le Club.
Extrato de conta com bônus Le Club depositados
Porém duas diárias em cada país somam apenas 6 dias. Como reservei os outros 9 dias?

Terceira oportunidade, promoção Le Club

A terceira oportunidade foi a promoção de 30% de desconto em diárias com café da manhã incluso oferecida em junho, também pelo Le Club, a qual aproveitei para reservar as últimas 9 diárias. Acumulei este desconto ao citado no item 1 pois esta oferta permitia o pagamento com pontos.

Quarta oportunidade, Meliuz

Acredito que todos os leitores saibam o quanto eu gosto do site de cash back Meliuz. Nada melhor do que realizar suas compras e receber uma % de volta. Reservando hotéis no site da Accor você recebe 2% de volta. Para mim, isto serviu como 2% a mais de desconto sobre todo o valor pago.

Resumo

No total obtive uma economia de quase 40% sobre o valor real que pagaria nas diárias de todos os hotéis.
Obtive status Platinum no Le Club o que permitiu que eu tivesse preferência para Check-in e Check-out, oportunidades de early check-in (no Mercure Santiago eu entrei no hotel 7:00 A.M. por exemplo) e late check-out, Welcome Drinks e até cartinha de boas vindas da gerência em português.
Carta de boas vindas - Mercure SantiagoBoas vindas - Mercure SantiagoEu sei que eu exagerei na somatória de promoções porém o que eu quero demonstrar aqui é que se você sempre estiver atento ao mundo dos programas de fidelidade e promoções, conseguirá boas oportunidades! Não é necessário aproveitar todas como eu fiz, com apenas uma você já faria uma boa economia e me deixaria muito satisfeito. =)
Só um detalhe antes de finalizar, passei uma noite em Colonia Del Sacramiento e nesta cidade não há hotéis da rede Accor. O que eu fiz foi aproveitar os frequentes cupons de desconto do Cheaptickets. Desta forma, consegui pagar apenas U$58 em uma diária (fiquei aliviado quando cheguei no hotel e vi outros clientes pagando U$100 pelo mesmo quarto).
Outra coisa, os preços ficavam ainda mais baixos quando eu reservava tarifas não flexíveis, ou seja, não reembolsáveis e canceláveis. Por isto, caso vá por este caminho tenha cuidado, pois o barato pode sair caro. Certifique-se que realmente não irá cancelar ou alterar nada no futuro.