Conheça as 10 principais diferenças entre o Iberia Plus e o Executive Club da British Airways (BAEC)

17
Iberia - British

Depois das matérias explicando os principais detalhes dos programas de fidelidade Iberia Plus, da companhia espanhola Iberia, e Executive Club (BAEC), da inglesa British Airways, ambas empresas do grupo International Airlines Group (IAG), importante verificarmos quais são as principais diferenças entre os programas, no que se refere às possibilidades de emissões.

Essa análise é importante na medida em que os dois programas utilizam Avios como moeda e permitem a transferência gratuita de pontos entre si, mas cada um tem suas vantagens, desvantagens e peculiaridades. Em verdade, são várias diferenças que acabam deixando um tanto quanto confuso o uso conjunto, mas as boas e diferentes oportunidades compensam o aprofundamento em ambos os programas.

O programa Esfera do banco Santander transfere para o Iberia Plus na proporção 1:1, sendo a melhor forma de acesso ao programa da empresa espanhola, e, por consequência, também ao BAEC. Ainda é possível o envio de pontos Livelo na não convidativa conversão 2:1, tanto para o Iberia Plus, quanto para o BAEC (conforme regulamento da Livelo, somente são válidos pontos provenientes de cartão de crédito).

10 Principais Diferenças – Iberia Plus / BAEC

  1. Cada empresa tem suas próprias tabelas (a maioria não é publicada oficialmente), não só para voos próprios em alta/baixa estação, como também para os voos da outra empresa do grupo em alta/baixa estação (Iberia Plus tem tabela para voar British Airways e o BAEC tem tabela para voar Iberia), além das tabelas para voos Oneworld e outras para parceiras em específico – as tabelas do Iberia Plus podem ser consultadas aqui e as do BAEC aqui;
  2. No que se refere especificamente às tabelas da Oneworld, no Iberia Plus a emissão obrigatoriamente precisa ser de ida e volta, enquanto no BAEC não, sendo esta uma das principais diferenças;
  3. O BAEC cobra pesadas taxas de combustível em voos British Airways de longa distância (exceção é quando a origem for no Brasil ou algum outro local que não permite a cobrança, como Hong Kong, por exemplo), enquanto os valores praticados pelo Iberia Plus são consideravelmente menores, sendo este outro ponto bastante relevante;
  4. Ambos os programas cobram em milhas valores fixos conforme a distância voada e a cabine escolhida, no entanto, o critério de cálculo da distância é diferente. O Iberia Plus, nas emissões Oneworld, soma cada trecho e considera a distância total, já o BAEC considera o valor de tabela de cada segmento voado (dois segmentos é como se fossem duas emissões – critério é pior, mas acaba por estimular o stopover);
  5. As datas das tabelas de alta/baixa estação de ambos os programas não são iguais. No entanto, se utilizado o Iberia Plus para voar British Airways, ou o BAEC para voar Iberia, valerá a tabela de alta/baixa estação da empresa que operar o voo;
  6. Além das parceiras Oneworld em comum, cada empresa mantém outras parcerias. O BAEC, por exemplo, emite também Aer Lingus e Alaska Airlines, já o Iberia Plus tem como parceiras próprias a Avianca e a Interjet. Importante ainda referir que os programas das empresas Aer Lingus e Vueling também utilizam Avios, logo, as milhas dentro do Iberia Plus e BAEC podem ser transferidas para esses programas;
  7. O site do BAEC é mais simples de utilizar e não apresenta tantos problemas como o do Iberia Plus, além do atendimento via telefone do programa inglês ser melhor;
  8. Apenas o BAEC oferece a opção de administrar contas de diversas pessoas da mesma família de forma gratuita, com a possibilidade de uso das milhas de forma combinada, o que explicamos recentemente aqui;
  9. No BAEC é necessário ligar para a central de atendimento para emitir voos com origem no Brasil (até se consegue contornar a limitação e simular a busca, mas normalmente não é possível finalizar), já no Iberia Plus se emite diretamente pelo site; e
  10. A taxa de alteração/cancelamento no BAEC é no valor de €42,50 (varia de acordo com o local da partida), e €25 no Iberia Plus, mas o programa espanhol não altera ou reembolsa voos da grande maioria das parceiras. No BAEC, o valor cobrado a título de cancelamento sempre será limitado ao valor de taxas pagas se menor que os referidos €42,50 (em um voo dentro dos Estados Unidos, com a American Airlines, apenas $5.60, por exemplo).

Algumas Palavras

Como é possível identificar, existem inúmeras diferenças entre os programas, e não é simples atentar a todas. Mas, considerando a possibilidade de comunicação dos pontos entre o Iberia Plus e o BAEC, é de suma importância entender as regras e distinções de modo a tirar proveito das boas oportunidades de cada um deles. O comparativo das emissões será o tema dos próximo post, com diversos exemplos.

Adiantando uma análise, o trecho GRU-MAD, em executiva, baixa estação (sem taxa de combustível, pois partindo do Brasil), custa 42500 Avios + $11 pelo Iberia Plus voando Iberia, ou 55250 Avios + $26 até LHR. Pelo BAEC, este último voo custa mais caro, 61750 Avios + $ 26, ou 75000 Avios + $11 se direto com a British Airways. O BAEC costuma ter mais disponibilidade em executiva, mas o produto da empresa espanhola é melhor.

Como a ideia central desta matéria é indicar as diferenças para depois analisar as melhores possibilidades de emissões de forma comparativa, não foram abordadas cada uma das distinções em detalhes, por isso, sintam-se à vontade para questionar alguma em específico, se houver dúvidas.

Aproveitem também para comentar se conheciam todas essas diferenças, bem como se existem outras que são relevantes e devem ser consideradas.