Copa Airlines será a primeira empresa a voar com B737 MAX em rotas internacionais

9

Depois de um longo e caro processo de recertificação o B737 MAX voltou a voar, sendo inclusive a GOL a primeira empresa aérea do mundo a realizar um voo com passageiros após a recertificação. Na sequência, a Aeromexico reiniciou os voos com o modelo, a American Airlines deve ser a terceira empresa e a Copa Airlines deve colocar os seus B737 MAX em operação no dia 04 de janeiro de 2021.

Segundo o Simple Flying a Copa Airlines reiniciará os voos internacionais com B737 MAX nas suas rotas mais longas. Infelizmente, ou felizmente para alguns, o Brasil parece ter ficado de fora neste primeiro momento.

Atualmente a empresa tem 7 aviões do modelo em sua frota e até o final do ano deverá receber mais um. As seguintes cidades estão nos planos de voo da Copa Airlines para o B737 MAX:

Buenos Aires
Los Angeles
Montevidéu
Santiago do Chile
San Francisco

Devo admitir que contava com São Paulo ou Rio de Janeiro na lista, mas acho que teremos que esperar um pouco mais para que isso aconteça.

Nova Classe Executiva

Junto com o B737 MAX, a Copa Airlines traz uma das melhores notícias para os seus clientes premium – a introdução de uma nova classe executiva.

Os B737 MAX têm 16 assentos que viram cama e com isso a empresa resolverá uma das principais reclamações dos seus clientes premium, pois a classe executiva atual têm reclinação limitada.

Além de todos os assentos virarem cama, eles terão telas de entretenimento de 16 polegadas, tomadas elétricas e portas USB.

A Copa também vai instalar uma cabine chamada de Economy Extra (desculpem-me pela baixa qualidade da imagem), com 24 assentos distribuídos em  fileiras na configuração 3-3. Esses assentos têm tela de entretenimento individual de 10 polegadas.

A cabine principal, por sua vez, não terá tela de entretenimento. Para assistir filmes e séries durante o voo, o passageiro deve levar seu celular, tablet ou notebook.