Emirates suspende voos para a Austrália – Veja o motivo

0
Emirates suspende voos para a Austrália - Veja o motivo
Emirates A380

Num movimento considerado surpresa para alguns a Emirates anunciou que iria suspender quase todos os seus voos para a Austrália. Mas o que teria levado a essa decisão, se a empresa alegou apenas “motivos operacionais”?

Voos para a Austrália

De acordo com o Simple Flying, atualmente a Emirates opera um total de 21 voos semanais para a Austrália assim divididos:

  • 7 voos semanais para Sydney
  • 7 voos semanais para Melbourne
  • 5 voos semanais para Brisbane
  • 2 voos semanais para Perth
Voos da Emirates para a Austrália

Possível Motivo da Suspensão dos Voos

Acerca do cancelamento dos voos para a Austrália, a empresa alegou motivos operacionais. Todavia, acredita-se que a real razão para o cancelamento dos voos tenha a ver com a decisão do governo australiano em reduzir em 50% a chegada de passageiros nos aeroportos internacionais do país até 15 de fevereiro de 2021.

Os últimos voos da Emirates de e para a Austrália operarão nas seguintes datas:

  • Dubai-Brisbane: 16 de janeiro (EK430)
  • Brisbane-Dubai: 17 de janeiro (EK431)
  • Dubai-Sydney: 18 de janeiro (EK414)
  • Sydney-Dubai: 19 de janeiro (EK415)
  • Dubai-Melbourne: 19 de janeiro (EK408)
  • Melbourne-Dubai: 20 de janeiro (EK409)

No entanto, a suspensão dos voos da Emirates para a terra do canguru não será total. A empresa continuará operando dois voos semanais para Perth. São eles o  EK420 e EK421 operados por um B777-300ER.

Sobre o cancelamento dos voos a Emirates emitiu a seguinte nota:

“Pedimos desculpas pelos inconvenientes causados a nossos clientes. Todos os passageiros afetados pela medida devem entrar em contato com o seu agente de viagens ou a central de atendimento da Emirates para discutir as opções de remarcação das passagens.”

Controle da Covid-19 na Austrália

A decisão do governo australiano em reduzir pela metade a chegada de passageiros em seus aeroportos internacionais tem a ver com a mutação do coronavírus indentificada no Reino Unido em fins de dezembro de 2020, num momento onde a Austrália conseguiu reduzir ao mínimo os novos casos de covid-19.

Como parte do seu plano de controle, o governo australiano tem um esquema de quarentena onde todos os estrangeiros que chegam ao país têm que ficar duas semanas em determinados hotéis (sem poder sair pelas ruas).

Acontece que nos últimos dias o governo reduziu o número de quartos disponíveis para a quarentena, forçando assim a redução dos voos para o país. Os novos limites semanais, nos hotéis participantes do esquema são:

  • Estado de New South Wales – 1.505 pessoas por semana
  • Estado de Queensland – 500 pessoas por semana
  • Estado de Victoria – 1.100 pessoas por semana