Esperança para clientes do Programa Amigo via status match

0

Jesus, Maria e José! Os clientes do finado programa Amigo podem ter um fio de esperança. Quando tudo parecia perdido, apareceu uma luz no fim do túnel. E essa luz me foi enviada pelo Gabriel Gasparetto que compareceu ao MegaDO da Star Alliance (fiz um post super bacana sobre isso com fotos e tudo mais; clique aqui para acessar).

OBS. O título do post foi alterado devido a sugestões dos leitores. Eu sequer pensei em mencionar os pontos, pois não me passou pela cabeça que algum programa assumiria esse passivo em troca de uma fidelização futura e incerta. De qualquer modo, entendo perfeitamente os argumentos dos leitores. Peço desculpas se fiz brotar falsas esperanças. Quem sabe, com os apelos aqui no post, algum programa não tem misericórdia de nós!

A Notícia

Bom, vamos lá. Respirem fundo. Uma das atrações do MegaDO foi justamente uma palestra com o Jeffrey Goh, que é ninguém mais, ninguém menos que o CEO da Star Alliance.

Segundo o Gabriel, Mr Goh expressou profunda frustração de, pela terceira vez, não ter nenhuma companhia aérea brasileira na Star Alliance. Ao longo dos anos, a Star Alliance se despediu da Varig, da TAM e da Avianca Brasil.

Parênteses: realmente, um país de dimensões continentais não ter uma única companhia aérea membro de uma das três maiores alianças aéreas do mundo foge da minha compreensão. Mas continuando …

O Gabriel, em uma ótima presença de espírito, foi conversar pessoalmente com o Jeffrey Goh, que soltou a seguinte bomba: alguns programas da Star Alliance estão negociando com a aliança um status match para os órfãos do Amigo, da Avianca Brasil.

O Senhor, a Senhora, quem quer que seja, de todas as religiões e dos ateus seja louvado!

O Jeffrey Goh acredita que, tão logo quanto possível, isso será oferecido aos antigos membros elite do finado programa Amigo.

As Ressalvas

Vamos digerir a informação com calma antes de abrir a garrafa de champagne, mas confesso que mal me contive quando li o email do Gabriel.

Em primeiro lugar, não há nada certo. Até que conversas sejam formalizadas e contratos sejam assinados, temos apenas intenções. E intenções podem não se materializar.

Uma questão importante será a seguinte: como o programa que oferecerá o status match terá condições de aferir a categoria do cliente – em outras palavras, como faremos prova de nosso status? Acredito que muita gente não tenha mais o cartão físico ou digital do Amigo e não sei como se daria o acesso ao banco de dados do programa.

Existe o StarNet, que é o sistema único da Star Alliance. O Amigo fazia parte dele, tanto que foi um dos primeiros programas a permitir a emissão online com os parceiros. Pode ser que o StarNet tenha um backup desse banco de dados, mas não sei os termos contratuais do uso das informações de cada parceira, especialmente no caso de liquidação da empresa.

Uma outra questão é se será dado um status match ou teremos um status challenge. Hoje em dia o status match é um instrumento praticamente em extinção, com as empresas preferindo que os clientes voem alguns trechos, ou milhas, ou gastem um determinado valor antes de conceder o status.

Qual empresa estaria interessada?

Entretanto, o ponto central dessa conversa toda é: qual é o programa ou quais os programas que estariam interessados nos clientes Amigo?

O TAP Miles&GO está com um marketing super agressivo no Brasil, com a clara intenção de ser o segundo programa da preferência dos Brasileiros. Digo segundo porque, como não há conectividade com a Star Alliance dentro do Brasil, a preferência natural dos brasileiros seria aderir ao LATAM Pass, Smiles ou TudoAzul.

Por outro lado, o avanço da Delta com a LATAM, e das supostas conversas da American com a GOL, deixam a United sem nenhuma influência no mercado brasileiro. Entretanto, depois das recentes notícias das alterações no MileagePlus que o tornaram praticamente inviável, é provável que a United entenda que conceder status match nessas circunstâncias seria apenas dar benefícios provisórios sem fidelizar (ou ganhar dinheiro) ninguém.

Uma outra possibilidade é o Lifemiles. Como a Avianca Holdings tinha laços profundos com a Avianca Brasil e está passando por sérias dificuldades financeiras, conceder um status match ou challenge poderia ser uma oportunidade de fidelizar o cliente brasileiro e aumentar a ocupação dos voos gerando receita.

Além dessas, temos a Copa Airlines, a Lufthansa/SWISS, a Turkish e a Ethiopian que voam para o Brasil e, supostamente, poderiam ter interesse. Todas podem estar no jogo, com menos chances para a Ethiopian e a Turkish, a meu ver. Até por que elas só atendem a Guarulhos, enquanto que a Copa está presente em diversas cidades e a Lufthansa também voa a partir do Rio de Janeiro.

Algumas Perguntas

O que vocês acharam da notícia?

Vocês acham possível que algum programa adote os órfãos do Amigo?

Em caso positivo, qual programa vocês apostariam?

Lembrem-se: a notícia é um comentário feito pelo CEO da Star Alliance e não há qualquer garantia que um status match seja oferecido!

Agradeço demais ao Gabriel por esse furo que, se concretizado, será fenomenal para quem tinha status com o Amigo!