Etihad retira A380 de operação; sem previsão para retorno

9
Etihad

Depois de aposentar seu primeiro Airbus A380 recentemente, a Etihad agora retira do cronograma de operação todos os voos com o superjumbo, conforme recente notícia.

As rotas que utilizavam o A380, que eram Nova Iorque, Londres, Paris, Seul e Sydney, agora utilizarão os aviões Boeing 777 (três classes) e 787 (duas e três classes). Seul e Paris não mais terão voos operado com primeira classe.

Não existe previsão para retorno das operações, nem certeza se a empresa voltará a utilizar o modelo. Pelo menos até o meio de outubro de 2021, data máxima do calendário na página da empresa, não consta a utilização do A380 em nenhuma rota. Isto representará ao menos um ano e meio sem usar a aeronave, já que os últimos voos foram em março de 2020.

Algumas palavras

Há menos de uma semana, informamos aqui que a Emirates adaptou o A380 para carga enquanto aguarda a retomada de voos, e, agora, vemos esta má notícia vindo da Etihad.

Não existe dúvidas de que o A380 virou um problema para as companhias aéreas, em razão de todas as indefinições, tamanho da aeronave e custo de operação. Ao menos, a situação da Etihad não é tão séria quanto da Emirates, já que a empresa de Abu Dhabi conta somente com dez unidades do modelo, e consegue mais facilmente adaptar as rotas com outros aviões.

No entanto, existe clara perda para quem pretende utilizar as cabines premium da empresa; mais ainda para os destinos Seul e Paris, que, além de perder a aeronave, não mais terão primeira classe.

A notícia é também desanimadora na medida que agora deixam de ser possíveis excelentes emissões com milhas AAdvantage da American Airlines para voar na executiva e primeira classe do A380. Além disso, impossibilita emissões com o modelo através do programa Smiles, parceira da Etihad.

Comunicados ruins envolvendo a aeronave continuam, mas, nesta semana, ao menos foi noticiado que a Singapore Airlines prosseguirá o retrofit dos seus aviões A380, o que se trata de uma boa e rara notícia para os amantes do modelo.

Alguém afetado pela decisão da Etihad de retirar de operação todos os A380 de sua frota?

Maxmilhas