Férias no Japão – Governo japonês tem planos de pagar até 50% dos custos das viagens dos turistas via descontos

10
Férias no Japão - Governo japonês tem planos de pagar até 50% do custos dos turistas

Acho que de todos os países que eu já visitei, o Japão foi um dos mais interessantes. Porém, além de distante, férias por lá não é barato e isso sempre foi um motivo para dissuadir muitos turistas de visitar o país. Todavia, para alegria de muitos, as coisas podem mudar a partir do segundo semestre.

Redução no Número de Turistas

De acordo com o jornal japonês The Japan Times, o número de turistas internacionais que entraram no país em abril foi 99.9% menor que o mesmo período do ano anterior. Mais precisamente, apenas 3.9 mil turistas visitaram o Japão em abril.

O que não é para menos, pois devido à pandemia do covid-19, o país fechou suas fronteiras para quase 70 nações ao redor do mundo. Coreia do Sul, China, quase todos os países da Europa, Estados Unidos e, claro, o Brasil estão na lista de nações cujos cidadãos foram barrados de entrar no país do sol nascente.

Férias no Japão Financiadas pelo Governo Japonês

Ainda segundo o periódico japonês, numa tentativa de estimular o turismo internacional assim que as fronteiras forem re-abertas, o governo japonês está se preparando para investir mais de 12 bilhões de dólares para atrair os turistas.

O governo ainda não divulgou detalhes de como será feito esse investimento, que deve começar em julho. Mas segundo o The Japan Times, o plano é cobrir até 50% do custo da viagem dos turistas através de descontos e programas de incentivo para a indústria de viagens. O que sem dúvida, é um ótimo atrativo para se tirar férias no Japão, não?

Atualização 24-Maio: A forma com que o governo japonês pretende contribuir com o custo das viagens é através de programas de descontos em hotéis (via agências de viagens), descontos em parques, atrações turísticas e restaurantes. Não há nenhuma previsão para transferência de recursos para os turistas.

Algumas Palavras

Já havíamos comentado aqui da iniciativa do governo da Sicília em cobrir parte dos gastos dos turistas que decidirem visitar a ilha no Mediterrâneo e agora temos o Japão indo na mesma direção.

Imagino que Sicília e Japão não serão os únicos destinos a fazerem isso e teremos outros exemplos à medida que o covid-19 vai ficando para trás.

Você iria de férias para o Japão se tivesse até 50% dos gastos indiretamente pagos pelo governo japonês através de programas de descontos?

Shoptime BR