Fim da Linha para o Gigante A380

0

E parece que é o fim da linha para o A380! Uma notícia triste para quem, como eu, é apaixonado por aviação.
A Airbus vinha buscando nos últimos anos, formas de incrementar o interesse das empresas aéreas por sua maior e mais cara aeronave, o Airbus A380. Tentou inclusive uma nova versão que, segundo a empresa, tornaria o avião mais eficiente reduzindo, portanto, seu custo operacional.
O A380 foi planejado e construído para atender uma demanda de mais de 1.000 aeronaves, reiterada em 2018 pela projeção de demanda para o período 2018-2037 da Airbus, que trazia a impressionante marca de 1.360 Aeronaves X-Large (categoria onde se incluem os Airbus A380). Porém, menos de 1 ano depois a Airbus anunciou que irá encerrar a produção do seu maior avião comercial já em 2021.
Na verdade, essa decisão é o resultando de uma longa negociação com a Emirates, maior cliente do A380 no mundo. A empresa, a única ainda com um grande pedido para ser entregue nos próximos anos, decidiu cancelá-lo devido a problemas com a fabricante de motores, Rolls Royce. Aparentemente, os motores não são tão econômicos quanto o prometido pela empresa britânica.
O A380 é sem dúvidas um avião esplêndido. Mas o fato de que por exemplo a América Latina receber somente dois voos com o equipamento e só dois aeroportos serem utilizados, denota como as cias aéreas fugiram do gigante dos ares. O A380 só se torna lucrativo quando praticamente todos os assentos estão ocupados, o que não é uma tarefa fácil para a grande maioria das empresas aéreas. Daí sua presença bem tímida na América do Sul.
Seguramente ainda o veremos em vários aeroportos ao redor do mundo pelos próximos dez anos. Agora o A380 entrará em uma outra fase, que é o mercado de aviões usados. Vamos ver como se sairá nesse mercado!

Fim da Linha para o A380
A380 da Emirates Decolando