Japão restringe a entrada de estrangeiros no país

3
Tóquio - Japão
Tóquio - Japão

O Japão foi o primeiro país a adotar medidas sanitárias em face de pessoas oriundas de 70 países estrangeiros.

A proibição não tem relação com a nacionalidade dos viajantes, mas a presença nesses países nos últimos 14 dias. Ou seja, você pode ser um cidadão mexicano (aliás, por quê o México não está na lista?), mas se tiver passado pelo Brasil nos últimos 14 dias, por exemplo, você não poderá entrar no Japão.

As novas regras estarão vigentes a partir do dia 3 de abril por prazo indefinido.

Lista de Países Afetados

  • Ásia: Brunei, China, Coreia do Sul, Filipinas, Hong Kong, Indonésia, Macau, Malásia, Singapura, Taiwan, Tailândia, Vietnam
  • Oceania: Austrália, Nova Zelândia
  • América do Norte: Canadá, Estados Unidos
  • América Latina e Caribe: Bolívia, Brasil, Chile, Dominica, Equador, Panamá
  • Europa: Albânia, Alemanha, Andorra, Armênia, Áustria, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Croácia, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Kosovo, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Malta, Moldova, Mônaco, Montenegro, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Reino Unido,Romênia, San Marino, Sérvia, Suécia, Suíça, Vaticano
  • Oriente Médio: Bahrain, Irã, Israel, Turquia
  • África: Costa do Marfim, Congo, Egito, Maurício, Marrocos.

Algumas Palavras

Acredito que o Japão seja o primeiro país a tomar medidas sanitárias em relação a viajantes provenientes de alguns países estrangeiros. Em breve, creio que outros países irão aderir a esse posicionamento.

Assim, fica claro que os países que não tomarem medidas severas para a contenção da COVID-19 domesticamente poderão ter sua liberdade de ir e vir restringidas no plano internacional.

Ou seja, fiquem em casa e sigam as recomendações da OMS.