Korean Air compra Asiana Airlines – Perda na Star Alliance?

10
Korean Air compra Asiana Airlines - Perda na Star Alliance?

Começamos a semana com a notícia de que a Korean Air se tornou a acionista majoritária na Asiana Airlines com um investimento de 1.62 bilhão de dólares. Caso a compra seja aprovada, a Korean Air se tornará uma das maiores empresas aéreas do mundo, ocupando a 10ª posição se levarmos em conta o tamanho da frota da nova empresa.

A pandemia da covid-19 só fez agravar a já delicada situação financeira da Asiana Airlines. A aquisição por parte da Korean Airlines já era dada como certa por muitos analistas. A notícia foi bem recebida pelo mercado sul coreano, com as ações da Asiana Airlines aumentando 28.7% e da Korean Air 8.4% ao longo da segunda-feira.

Em uma declaração ao mercado, a Korean Air enumerou os seguintes fatores para justificar a aquisição:

  • Melhorar a concorrência na indústria aérea sul coreana
  • Otimizar as rotas operadas e reduzir os custos operacionais
  • Aumentar o número de slots (permissão de pouso e decolagem) no Aeroporto de Incheon
  • Melhorar a colaboração com outros grupos aéreos internacionais
  • Contribuir para o crescimento do mercado aéreo doméstico
  • Fazer do Aeroporto de Incheon um grande hub internacional na Ásia

Alguns dos pontos acima realmente fazem sentido, mas dizer que com a fusão os clientes sul coreanos terão mais concorrência não é exatamente correto.

Star Alliance ou Sky Team e os Clientes Brasileiros

Enquanto a Asiana Airlines faz parte da Star Alliance, a Korean Air é membro fundadora da Sky Team. Embora o plano inicial seja manter as duas marcas no mercado, é bastante provável que a Asiana deixe a Star Alliance e migre para a Sky Team.

Para os clientes brasileiros, a possível saída da Asiana da Star Alliance representaria uma opção a menos para emissão de passagens através do TAP Miles&Go. No entanto, a Korean Air tem acordo com a Smiles e essa fusão poderá aumentar as chances e opções de rotas para se emitir passagens prêmio através da Smiles.

Em suma, perde-se de um lado e ganha-se por outro!

O que você achou da notícia? Já viajou com alguma das duas empresas?