LATAM atinge 20% de sua capacidade operacional em setembro

4
Aviação na América Latina deve perder quase 300 milhões de passageiros por causa da covid-19
Creditos: Tom Boom (Simple Flying)

O Grupo LATAM Airlines continua apresentando recuperação gradual de sua operação de passageiros nos últimos três meses. Em comparação com 2019, em setembro a companhia operou 20% de sua capacidade, enquanto em agosto e julho operou, respectivamente, 13,9% e 9,2%. Esses resultados se dão logo após uma drástica redução da operação da empresa em abril e maio de 2020 (5,7% e 6,7%, respectivamente), em função da pandemia de COVID-19.

Com relação à operação de setembro, o tráfego de passageiros representou 16,9% do alcançado no mesmo período do ano passado, atingindo um fator de ocupação de 69,6% (12,9 pontos percentuais menor que no ano anterior).

Em setembro, o Grupo LATAM Airlines operou mais frequências de voos a destinos domésticos no Brasil, Chile, Peru e Equador e retomou a operação doméstica na Colômbia. Em voos internacionais, as novidades foram as rotas:

São Paulo – Montevidéu
Santiago – Montevidéu
Santiago – Los Angeles (dois voos semanais)
Santiago – Nova York (dois voos semanais)

Além disso, houve uma ampliação para três voos por semana de Santiago a Madri, além do voo São Paulo – Nova York. No Chile, a LATAM voou para 11 destinos, passando de 20 para 35 frequências diárias.

Em relação à operação de carga, o fator de ocupação foi de 70,4% em setembro (16,9 pontos percentuais acima do registrado no mesmo período do ano anterior). A LATAM Cargo ampliou ao máximo o uso de sua frota cargueira Boeing-767F e utilizou aeronaves de passageiros para o transporte exclusivo de carga.

Algumas Palavras

Obviamente os número mostrados acima são consolidados e se referem ao Grupo LATAM como um todo. No entanto, olhando os dados da GOL e Azul e outras notícias na mídia, a impressão que se tem é que dentre as três grandes nacionais a LATAM é a que está tendo a recuperação mais lenta.

Imagino que com a aproximação das festas de final de ano e o verão brasileiro a situação da empresa irá melhorar consideravelmente, pois a procura por voos tenderá a aumentar.