LATAM mudará para o Terminal da Delta em Nova York

1
LATAM Delta
Parceria LATAM Delta

A LATAM anunciou que mudará suas operações para o Terminal da Delta no aeoporto de Nova York JFK.

A mudança da LATAM para o Terminal 4 em JFK

A partir do dia 1o de fevereiro, a empresa deixa o Terminal 8, que é administrado pela American Airlines e atende a maioria das empresas aéreas membros da Oneworld e passará a operar a partir do Terminal 4.

A mudança permitirá que a LATAM possa oferecer mais de 90 conexões para voos domésticos e internacionais da Delta com maior facilidade para seus passageiros.

O diretor comercial da LATAM, Roberto Alvo, comentou que “a mudança das operações da LATAM no aeroporto John F. Kennedy representa outro marco importante em nossa jornada para oferecer a melhor conectividade e experiência ao cliente nas Américas. Estamos comprometidos em fornecer uma transição perfeita para clientes em todo o mundo e estamos trabalhando incansavelmente para oferecer os benefícios da parceria com a Delta o mais rápido possível”.

A aquisição de 20% da LATAM pela Delta

A migração ocorre em razão da finalização da aquisição pela Delta de 20% do capital acionário da LATAM agora em janeiro, em uma operação comercial avaliada em USD 1.94 bilhões.

Em dezembro as subsidiárias da LATAM no Peru, Colômbia e Equador firmaram parcerias em codeshare com a Delta, ainda sujeitas à aprovação das autoridades reguladores de seus respectivos países.

Ontem, as autoridades colombianas foram as primeiras a darem o sinal verde para a negociação. A LATAM espera que a situação com os governos peruano e equatoriano seja resolvida ainda no primeiro semestre de 2020.

Já os trâmites governamentais no Brasil e no Chile tem um prazo maior, e a empresa espera que tudo esteja em ordem até o fim desse ano.

No dia 31 de janeiro, a LATAM encerrará as operações de codeshare com a American Airlines, sua atual parceira na Oneworld. Quanto à aliança Oneworld, ainda não há uma previsão exata da saída da LATAM, apesar de a empresa estar empreendendo esforços para que esta ocorra o mais breve possível.

Inicialmente, a data seria de um ano a partir do anúncio da aquisição das ações pela Delta, ou seja, setembro de 2020. Entretanto, a empresa chilena vem tentando adiantar esse processo, apesar de ainda não ter uma data definida ainda. Entretanto, a LATAM pretende manter acordos bilaterais com as empresas da Oneworld, como British Airways, Qantas, Iberia, Cathay Pacific, Finnair, Qatar, JAL etc.

Mas não podemos deixar de lembrar que as emissões com determinadas parceiras da Oneworld ou era muito difícil ou impossível, como no caso da Finnair e da JAL.

Ainda não foi dada nenhuma notícia sobre possíveis parcerias com os programas de milhas das empresas aéreas nas quais a Delta têm participação societária e até mesmo com o programa da Delta.

Algumas Palavras

A aquisição de parte da LATAM pela Delta foi um dos assuntos mais impactantes no mundo da aviação comercial em 2019. Anunciado em setembro, até agora os clientes membros do LATAM Pass ainda não tiveram uma posição oficial da LATAM quanto ao status da parceria com as demais companhias da Oneworld e com a Skyteam. Algumas questões que estão no ar são:

    • A tabela fixa com as parceiras da Oneworld será mantida?
    • Quais as empresas da Oneworld estarão efetivamente disponíveis no sistema para o resgate?
    • A entrada no Skyteam foi veementemente rechaçada em setembro. Mas há previsão de acordos bilaterais com as empresas nas quais a Delta têm participação acionária?
    • Haverá algum tipo de integração entre os programas LATAM Pass e Delta Skymiles quanto à status e seus benefícios?

Um outro detalhe importante: quem comprou passagens da LATAM com conexão em NYC em voos da American Airlines, prepare-se para um tempo muito maior na conexão, já que haverá mudança de terminal!

Para ler sobre os bastidores da aquisição de 20% da LATAM pela Delta, leia aqui.