O coronavírus vai mudar seus planos de viagem?

50
Máscaras para conter o coronavírus
Máscaras para conter o coronavírus

O coronavírus é o assunto do momento, como qualquer pessoa que vive no planeta Terra e não está em coma sabe. Ele derrubou as bolsas do mundo todo durante a semana, levou toda a Itália à quarentena, fez com que o governo norte-americano suspendesse as viagens entre os EUA e a Europa (clique aqui para saber mais), cancelou congressos, fez com que eventos esportivos fossem suspensos ou levados a cabo em estádios fechados, suspendeu aulas e por aí vai.

Até a Disney vai fechar temporariamente dois de seus parques na California, o Disneyland Park e o Disney Californa Adventure Park. A medida relativa aos parques vai ser implementada a partir do dia 14 e durará até o fim de março. Já os hotéis fecharão a partir do dia 16.

As companhias aéreas e o coronavírus

Algumas empresas simplesmente aterraram seus A380, como a Lufthansa, China Southern, Korean Air e Qantas em virtude da queda na demanda. Dezenas de milhares de voos foram cancelados e algumas empresas estão às portas do colapso financeiro – Alitalia e Korean Air são as mais evidentes no momento.

Diversas companhias aéreas estão readequando a malha e a frequência dos voos, a depender do destino. A LATAM, por sua vez, vai reduzir seus voos internacionais em cerca de 30% por conta da demanda.

Quem tinha voo marcado está sendo isentado da multa, mas algumas companhias aéreas estão cobrando a diferença de tarifa.

Quanto a isso, acredito que, se a alteração da data envolve a mesma temporada (comprou para viajar na baixa e vai adiar para viajar na baixa, ainda que em outra época do ano), não deveria ser cobrada nenhuma diferença tarifária.

Agora, é complicado comprar uma passagem com preço de baixa e querer remarcar para a alta temporada sem diferença tarifária. A multa, por outro lado, não pode ser cobrada de jeito nenhum, já que a Organização Mundial de Saúde já decretou que a paandemia é global. Friso que essa é minha opinião pessoal.

Eu tenho uma viagem internacional marcada para fins de abril. Espero que, até lá, a situação esteja mais calma. Eu ainda não vou tomar nenhuma atitude – cancelar o bilhete ou até mesmo reservar hotel (o que eu ainda não fiz).

E vocês? Têm alguma viagem nos próximos 30 dias? O que pretendem fazer?