Oneworld vai abrir seu primeiro lounge em Moscou

4
Lounge da S7, membro da Oneworld
Lounge da S7, membro da Oneworld

A Oneworld anunciou hoje que vai abrir o primeiro lounge da aliança no aeroporto de Domodedovo, em Moscou.

O anúncio da Oneworld e os planos originais

O anúncio marca o aniversário de 20 anos da aliança e Rob Gurney, o CEO da Oneworld, comentou sobre o compromisso das companhias-membro de oferecer um serviço de qualidade. Ele também destacou o objetivo de oferecer uma experiência sem falhas aos passageiros da aliança.

Oneworld

Apesar dos planos da Oneworld em relação aos lounges próprios não terem sido divulgados, a ideia inicial ventilada pelo próprio Gurney em fevereiro desse ano seria que as salas estariam localizadas em aeroportos que não servissem de hub para nenhuma das empresas da aliança.

“A ideia é desenvolver os lounges em um aeroporto onde nenhuma empresa tenha uma presença massiva, mas onde tenhamos múltiplas empresas voando, talvez com voos diários. Então, enquanto coletivamente temos (a Oneworld) muitos voos, uma lounge exclusivo para única companhia aérea não seria justificável”, disse ele à época.

A realidade dos fatos

Entretanto, não é essa a realidade dos fatos, visto que Domodedovo é o hub da S7 Airlines, a companhia regional da Rússia e uma transportadora pouco comentada no mundo das milhas.

Lounge da S7 em Moscou, Domodedovo
Lounge da S7 em Moscou, Domodedovo

Além disso, o calendário inicial previa que o primeiro lounge seria inaugurado ainda em 2019, com dois outros programados para 2020. A perspectiva é que sejam construídos entre 15 e 20 lounges globalmente. Entretanto, muitos desses lounges dependem da construção de futuros terminais nos aeroportos e a data da abertura será em um futuro distante. Dentre os aeroportos mencionados por Gurney estão São Paulo, Beijing Daxing, Frankfurt, Paris, Nova York JFK e até mesmo Londres Heathrow.

Frankfurt, por exemplo, está na mira do projeto Sunrise da Qantas e terá um novo terminal em 2023.

Um porta-voz da Oneworld descreveu o projeto do lounge em Moscou como uma parceria entre o aeroporto e a aliança com o apoio da S7 Airlines.

Fica a dúvida no ar sobre como a S7 vai operar no aeroporto quando o lounge for aberto, já que a empresa abriu sala própria em 2017. O CEO da S7, Anton Eremin, disse apenas que “a abertura do lounge da Oneworld nos permitirá melhorar a experiência do passageiro”.

Ainda em fevereiro de 2019, Gurney falou que os lounges da Oneworld seriam abertos para os passageiros da classe executiva e da primeira classe, assim como para membros com status Safira e Emeralda nas companhias da aliança. Mas ele ponderou que, em cidades com alta concentração de passageiros da first, seria levado em consideração a abertura de um lounge exclusivo dedicado a eles.

Os lounges das outras alianças

Das três grandes alianças – Star Alliance, Oneworld e Skyteam – só a Oneworld não possui lounges próprios.

A Star Alliance possui salas no Rio de Janeiro, São Paulo, Buenos Aires, Los Angeles, Amsterdam, Roma, Nagoya e Paris (clique aqui para saber mais).

Já a Skyteam tem salas em Istambul, Vancouver, Pequim, Dubai, Hong Kong, Sydney e Londres. Uma novíssima sala da aliança será inaugurada em Santiago do Chile no início de 2020 (clique aqui para saber mais).