Que tal ser pago para viajar para a Sicília no Sul da Itália?

6
Que tal ser pago para viajar para a Sicília no Sul da Itália?
Vulcão Etna ao Fundo - Sicília

De acordo com uma reportagem publicada no blog da revista Viagem e Turismo, da Editora Abril, o governo da Sicília pretende cobrir parte dos gastos dos turistas que decidirem visitar a ilha após o fim das restrições de viagens.

A Sicília, localizada no Sul da Itália, é a maior ilha do Mar Mediterrâneo e tem no turismo uma de suas principais fontes de renda. Segundo estimativas, desde o começo de março, quando o lockdown começou na Itália, a ilha já perdeu mais de €1 bilhão com a paralisação de todas as suas atividades turísticas.

Segundo a matéria da Viagem e Turismo, o governo pretende gastar €50 milhões para seduzir os turistas a voltarem para a ilha. A idéia é cobrir metade dos custos com passagens aéreas e um terço do custo da estadia em hotéis. Além disso, o acesso às principais atrações turísticas da ilha seriam gratuitos.

Embora ainda não exista nada definido, os vouchers serão disponibilizados através do site Visity Sicily.

Siracusa – Sicília

Algumas Palavras

O artigo da revista Viagem e Turismo é bem superficial e não trás muitos detalhes, mas em se confirmando os tais vouchers, eu acredito que haverá um valor máximo a ser pago pelo governo siciliano para acomodação e passagens aéreas.

Eu já estive na Sicília, mais especificamente em Catânia, duas vezes e não exitaria em retornar. Catânia é apaixonante!

Os prédios do centro da cidade, por terem sido construídos com rochas vulcânicas, são escuros e têm um aspecto sujo. Todavia, isso os dá um charme especial.

Comparado com o restante da Itália, tudo na ilha é muito barato. Os preços nos restaurantes são bem acessíveis e a qualidade da pratos é excepcional. Obviamente as coisas deverão mudar um pouco pós covid-19, mas via de regra os restaurantes compram os produtos no mercado central durante a manhã para servi-los ao longo do dia.

A propósito, foi em Catânia que eu tomei o meu primeiro Aperol Spritz!

Agradeço à minha amiga Carla por ter compartilhado o artigo comigo.

Para Saber Mais Sobre a Sicília

Aqui você pode ler o artigo integral na revista Viagens e Turismo.