Palmeirenses, querem acompanhar o Mundial de Clubes no Qatar?

23
Palmeirenses, querem acompanhar o Mundial de Clubes no Qatar?

Hoje foi dia de final inédita na Conmebol Libertadores. Pela primeira vez na história Santos e Palmeiras se enfrentaram nesse torneio, considerado o mais importante em nosso continente, e foi também a primeira final envolvendo dois clubes paulistas.

A final entre dois clubes brasileiros já havia ocorrido duas vezes: a primeira em 2005, entre São Paulo e Atlético PR, vencida pelo tricolor paulista, e a segunda entre São Paulo e Internacional, vencida pelo time gaúcho.

E desta vez quem levou a melhor foi o Palmeiras, com um gol de Breno Lopes aos 53 minutos do segundo tempo. Parabéns aos campeões palmeirenses e também ao Santos, que fez uma ótima campanha e chegou até a final eliminando o poderoso Boca Juniors.

Final do Mundial de Clubes 2020

O Palmeiras, vencedor da Taça Libertadores da América, irá representar o continente no Mundial de Clubes, que este ano acontecerá no Qatar, entre 4 e 11 de fevereiro.

A estreia será no dia 7 de fevereiro, contra o vencedor da partida entre Tigres ou Ulsan Hyundai, que se enfrentarão no dia 4.

E a grande final do torneio será no dia 11, contra o vencedor da outra semifinal, disputada entre o vencedor de Al Duhail e Al Ahly contra o Bayern de Munique, campeão da Champions League (ou Liga dos Campeões da UEFA).

Seria a última edição nesse formato com sete participantes, mas a Covid-19 causou o adiamento do novo mundial, que teria 24 participantes, com ao menos oito times europeus e seis sul-americanos. O Mundial de Clubes 2021 inclusive já está confirmado para ocorrer no Japão, no mês de dezembro.

A Fifa ainda estuda se abrirá para o público assistir dentro do estádio, mas se isso acontecer será apenas para os residentes do Qatar e em número reduzido. Então, palmeirenses, não será ainda desta vez que vocês poderão acompanhar seu time ser campeão mundial.

Disponibilidade de Voos para Doha

Se você consultou disponibilidade de voos através do site da Latam Pass, deve ter encontrado diversas datas no início de fevereiro, com o valor de 120.000 pontos para emitir um bilhete em classe executiva na Qatar Airways.

Imagino que você tenha aproveitado algumas das promoções divulgada pelo Pontos e Viagens nos últimos meses, assim conseguiu gerar esses pontos Latam Pass a um custo interessante, através dos Bumerangues com a Livelo como a de novembro/20 que ofereceu até 163% de bônus ou a deste mês de janeiro, que oferecia até 133% de bonificação.

Pelas minhas pesquisas, há boa disponibilidade de voos (dias 1, 2, 4, 5, 7 e 9 de fevereiro) em classe executiva e também em classe econômica, que custa 54.000 pontos o trecho.

Oportunidade para você acompanhar o Mundial Interclubes no QatarDia 9 também existe a possibilidade de voar pela Latam até Madri e de lá até Doha, mas pagando quase o dobro do valor:

Oportunidade para você acompanhar o Mundial Interclubes no Qatar

Como é a Q Suite

Se você não conhecesse essa cabine fantástica, veja o vídeo de divulgação da Qatar:

Há boa disponibilidade de voos de retorno Doha-Guarulhos, tanto em classe executiva quanto econômica. Infelizmente o site da Latam Pass não está permitindo emitir esses bilhetes, então recomendo que o faça via Central (4002-5700 nas capitais ou 0300-570-5700 nas demais localidades) ou em alguma loja da Latam.

País fechado

Antes de escrever este artigo, consultei meu amigo Google e o site da Qatar Airways, e a informação que consta lá na companhia aérea é a seguinte:

“Desde 13 de agosto de 2020, é obrigatório a apresentação do teste RT-PCR com resultado negativo para a covid19, de todos os passageiros em voos Qatar Airways saindo do Brasil.

Serão aceitos testes realizados em todos os laboratórios e hospitais devidamente credenciados pela Anvisa.

  • Crianças abaixo de 12 anos e bebês estão isentos desse requerimento.
  • O resultado do teste deve ser emitido até 96 horas antes do embarque.
  • Uma cópia do resultado do exame, juntamente com uma carta de consentimento do cliente assinada precisa ser entregue para arquivo da Qatar Airways no ato do check-in. Clique em modelo da carta (Versão Inglês) para visualizar. Sugerimos fazer o download do documento e efetuar o preenchimento antes da chegada ao balcão do check-in.
  • Não serão aceitos passageiros com resultado positivo para a covid19.
  • Não serão aceitos passageiros sem o teste RT-PCR.
  • Qualquer outro tipo de resultado, como por exemplo, inconclusivo, não será aceito.

Recomendamos que o passageiro já peça o resultado no idioma inglês pois muitos países também exigem a apresentação do teste RT-PCR negativo na chegada ao destino final.

Diante das constantes atualizações, solicitamos para que verifiquem todos os requisitos com a Embaixada ou Consulado de cada respectivo país antes de cada embarque. A documentação exigida é de responsabilidade do passageiro.

Sempre valerá a regra de exigência mais restrita de cada país.”

Assim, achei que o país estaria aberto para os brasileiros, desde que atendidas as condições acima, e escrevi o post.

Contudo, depois de publicado, os leitores Adriano K. Gonçalves e Marcelo Caldas comentaram que o Qatar está fechado para turistas há algum tempo. E a própria Leila Martinez, responsável pelo Instagram @turistandoemdoha e especialista no assunto, entrou em contato confirmando que para esse Mundial de Clubes só entrarão os aviões levando os jogadores, comissão técnica, imprensa e familiares, ninguém mais.

Então, palmeirenses, podem guardar suas milhas para uma outra viagem!

Algumas Palavras

Infelizmente o Qatar não está aceitando turistas no momento, somente aqueles que estão em conexão, e nenhum palmeirense conseguirá ir até lá para dar apoio aos jogadores.

A emissão em classe executiva da Qatar é um dos resgates mais interessantes utilizando milhas Latam Pass. Inclusive a minha ida para a África do Sul em julho/21 consegui dessa forma, mas pelo visto é mais uma viagem que “subiu em cima do telhado”.

Assim que a gente consiga tomar a vacina e as coisas voltarem ao normal, esse será novamente um dos resgates programados. Quem sabe em dezembro, se meu tricolor for campeão da Libertadores 2021 e o Japão estiver aberto para turistas… não custa nada sonhar! 🙂