Pontos e Viagens Kids – 10 coisas que você precisa saber para viajar com crianças

Viajar com os pequenos pode ser igualmente prazeroso - basta um pouco de planejamento e tudo se resolve!

13
Pontos e Viagens Kids - 10 coisas que você precisa saber para viajar com crianças

Muitas das jovens famílias que leem o Pontos e Viagens acabam, em algum momento de suas vidas, se deparando com uma nova realidade – viajar com crianças.

Depois de uma certa idade, tudo flui naturalmente. No entanto, as primeiras viagens dos pimpolhos é sempre cercada de dúvidas e preocupações que, muitas vezes, nunca passaram pela cabeça dos novos pais.

Neste post o Rafael e a Ludmila, jovens pais, compartilham conosco algumas dicas do que levar em conta quando o assunto é viajar com crianças.

A partir deste ponto, deixamos vocês nas capazes mãos do Rafael e da Ludmila!

Introdução – Criança Também Viaja

Sempre viajamos e quando começamos a planejar ter filhos tínhamos uma certeza: não pararíamos de viajar.

Inclusive foi daí que surgiu a nossa ideia de criar o site Criança Também Viaja, para ajudar outros marinheiros de primeira viagem a tornar suas aventuras pelo mundo algo prazeroso para a família toda.

Sim, viajar com crianças pode ser trabalhoso, mas com certeza vale a pena! Muitos dizem que não viajam, pois as crianças não irão lembrar de nada, e isso pode ser verdade, mas seguro que cada sorriso, cada aventura vai influenciar em quem eles serão no futuro.

E para que essa jornada não seja tão difícil vamos listar 10 coisas que vocês têm que saber antes de viajar com seus pequenos. 

01 – Documentação Necessária para Viajar com Crianças

Para viagens nacionais, a criança pode viajar apenas com a certidão de nascimento, mas para as internacionais você precisará da identidade (Mercosul) ou passaporte. Se for muito novinho ainda não tem digital, então mesmo que vá viajar na América do Sul vai precisar fazer o Passaporte, pois não faz a identidade sem digital.

A validade do passaporte é reduzida para as crianças, mas o valor pago é o mesmo então se preparem:

IDADE VALIDADE
0 a 1 ano incompleto 1 ano
1 ano completo a 2 anos incompletos 2 anos
2 anos completos a 3 anos incompletos 3 anos
3 anos completos a 4 anos incompletos 4 anos
4 anos completos a 18 anos incompletos 5 anos
18 anos completos ou mais 10 anos

02 – Saúde

Consulte sempre o pediatra da criança antes da viagem. É muito importante que esteja em dia com as vacinas e se for possível algumas complementares como a Meningocócica B, principalmente para quer for para Europa.

Praia de Muizemberg – África do Sul (2019)

Essa vacina só está disponível na rede privada. Para quem é de Brasília tem uma dica incrível: no HRAN tem a Sala do Viajante onde o Dr. Luis Fernando atende pelo SUS futuros viajantes para dar orientações sanitárias em relação ao destino e eventualmente vacinas necessárias.

Eles atendem adultos e crianças pelo SUS através de agendamento no número (61) 2017 1900. Já tomamos até vacina para Febre Tifóide lá quando fomos à Índia.

Além da vacina, leve sempre um kit de remédios básicos, pode ser difícil encontrar o remédio a que a criança está acostumada em outro país ou até mesmo difícil encontrar farmácias!

03 – Fuso Horário

Sim, as crianças podem sentir mais o fuso horário que nós. Elas estão muito acostumadas à rotina e a viagem pode impactar e deixar a criança irritada.

Nós gostamos de ficar um tempo maior na mesma cidade assim que chegamos ao destino, para uma adaptação após a chegada. Uma dica é ser rigoroso nos horários a que a criança estava acostumada na sua rotina normal, sempre levando em consideração a hora do local em que estiverem.

Na nossa experiência sempre deu certo, o Joaquim sempre se adapta muito rápido. Como ele acorda muito cedo no Brasil (umas 7h) às vezes aproveitamos para adaptar todos os horários para um pouco mais tarde, afinal estamos de férias né?

04 – Fazendo as Malas

Somos da teoria de que qualquer lugar que seja seguro para adultos é possível viajar com crianças. Então desde inverno rigoroso até verão escaldante. O importante aqui é ser compacto nas malas.

Mala grande com criança pequena não combina, pois você terá que carregar as malas e ainda eventualmente carregar ela no colo! Uma dica essencial é usar aqueles sacos a vácuo sabe? Eles reduzem bem as roupas de inverno, mas mesmo no verão eles diminuem um pouco o volume e são ótimos para organizar melhor as malas.

Outra coisa é que não precisa levar muita roupa, normalmente levamos roupa para 10 dias independente se formos viajar mais tempo e lavamos no caminho, ou no hotel se for uma roupa simples ou em alguma lavanderia! Fraldas levamos o suficiente para chegar lá e alguns dias depois normalmente compramos no caminho conforme for precisando!

05 – Viajar com Crianças e a Preocupação com a Alimentação

Quando o assunto é viajar com crianças, a alimentação é sempre uma grande preocupação dos pais! Principalmente se o destino tiver uma comida muito diferente da nossa!

Trem de Praga para Viena (2018)

Até 6 meses é uma maravilha, pois se mamar no peito não tem com o que se preocupar! Mas se for no meio da introdução alimentar pode impactar esse processo, pois vai acabar mamando mais do que deveria, pela praticidade mesmo!

Depois depende muito de cada criança. Joaquim era meio ruim para comer até os 2 anos, então na viagem que fizemos para o Leste Europeu levamos uma panela de arroz elétrica e fazíamos uma comida no quarto do hotel mesmo por garantia. Quando íamos sair levávamos o potinho com arroz, feijão e um franguinho que era a salvação.

Às vezes não tem onde comer, ou só lanche por exemplo e assim a comida dele estava lá garantida! Mesmo assim ele provou e gostou de várias comidas locais. Por exemplo, comemos porco no rolete numa praça em Praga e um coelho que pedi em um restaurante também em Praga. Ele gostou tanto que comeu o meu prato inteiro.

Você precisa entender bem os hábitos dos seus filhos e se adaptar um pouco às necessidades deles, mas a comida não é um empecilho. Em qualquer lugar do mundo você encontrará um restaurante que tenha macarrão, que é algo que toda criança adora. No pior dos casos, vá a um supermercado e compre algo simples para preparar no hotel.

Outra dica legal são as sopas prontas na Europa! Elas não são ruins como as daqui, sempre compramos lá para o Joaquim e elas são bem saborosas e nutritivas (normalmente orgânicas).

06 – Planejamento da Viagem 

A viagem é para ser da família! Então não se esqueçam de incluir programação de interesse da criança no roteiro!

Acreditem, dá para conciliar o interesse de todos! Despertem o interesse da criança pelo destino antes! Nós sempre começamos a contar a história do local que vamos para o Joaquim antes, assim ele já vai se preparando e criando uma curiosidade! Vale apelar para filmes e desenhos que retratem o local também!

Pontos e Viagens Kids - 10 coisas que você precisa saber para viajar com crianças
Hallowen em Key West – Flórida (2018)

Por exemplo, vão para África fazer safari? Assistam juntos o Rei Leão! Fiquem atentos a eventos no destino, isso pode animar mais a viagem para as crianças. O Halloween é uma ótima época para ir ao EUA com os pequenos. Até nos voos e aeroportos tem gente fantasiada entregando doces! Eles adoram!

Um dia no zoológico, ou aquário, um piquenique em algum parque, são coisas que as crianças gostam! E mesmo uma programação que pode ser chata, você contando a história pode ficar interessante. O Joaquim adorou visitar a Casa Branca e lembra até hoje! Toda vez que passa na televisão ele lembra que fomos lá!

07 – Viajar com Crianças e a Acessibilidade do Destino

O carrinho é essencial para a viagem. Seja porque a criança ainda não anda, ou porque ela cansa durante o passeio, ou mesmo para tirar um cochilo depois do almoço. Mas a locomoção de carrinhos em alguns lugares pode ser um desafio!

Nós usamos uma combinação de sling e carrinho. Sling para lugares que o terreno não é plano, como trilhas ou cidades históricas por exemplo. Mas um carrinho em Paris também pode ser um grande problema.

Pontos e Viagens Kids - 10 coisas que você precisa saber para viajar com crianças
Berço na classe executiva da TAP (2017)

Algumas grandes cidades não têm muita acessibilidade nos metrôs, então tem 3 opções:

  • Uma é carregar na mão o carrinho e a criança mesmo (já fizemos muito isso!)
  • Outra é buscar no Google Maps o trajeto com acessibilidade, assim ele irá indicar apenas estações com acessibilidade (na maioria das vezes vai acabar envolvendo ônibus)
  • Por último, usar Uber mesmo (que sai mais caro, mas mais confortável)

A escolha do carrinho é um ponto importante também, porque aqueles trambolhos mais atrapalham que ajudam. Sugiro um desses compactos que cabem na cabine do avião. Joaquim tem o Maxi Cosi Lara e Beatriz o Chicco Mínimo. Os dois são muito bons, mas existem diversos modelos hoje em dia!

08 – Comprando a Passagem para Viajar com Crianças

Em voos nacionais não tem custo de tarifa, algumas companhias cobram a taxa de embarque para bebês de colo. Para crianças até 12 anos incompletos têm tarifas diferenciadas com desconto.

O Latam Pass e o Tudo Azul estendem o desconto para emissão com milhas também, a Smiles não. Já as internacionais cobram 10% do valor da passagem do adulto para bebês de colo e de 50% a 80% para crianças de até 12 anos, depende da companhia.

Pontos e Viagens Kids - 10 coisas que você precisa saber para viajar com crianças
Kids Kit oferecido pela TAP

Em emissão com milhas algumas cobram os 10% do bebê de colo em milhas, como a Latam, outras obrigam que entre em contato pelo Call Center para inclusão do bebê de colo mediante pagamento em dinheiro. Algumas, como a TAP, cobram 75% da passagem do adulto também na emissão com milhas, o que é um ótimo negócio!

09 – Durante o Voo

O grande terror de todos é fazer um voo de longa distância com crianças pequenas! Se for bebezinho até 6 meses sempre colocar para mamar na decolagem e aterrisagem para evitar dor no ouvido.

Priorizar horários de voos que você passe no raio-x quando o bebê estiver acordado, embarque quase na hora do horário dele dormir normalmente, para ele dormir após a mamada da decolagem. Priorize a primeira fileira de assentos, e reserve um berço com antecedência.

Pontos e Viagens Kids - 10 coisas que você precisa saber para viajar com crianças
Ludmila e Joaquim dormindo na executiva da TAP (2018)

A maioria das grandes companhias oferecem o berço gratuitamente. Depois de 1 ano, elas não cabem mais no berço e até 2 anos ainda vão no colo, esse é o pior período para viajar. Nós já levamos um cobertor na mala de mão, pegamos a primeira fileira de assentos e colocamos o Joaquim dormindo no chão. Apesar de não ser permitido não nos impediram, e tudo correu bem!

Se não for para colocar na poltrona, não peguem a primeira fileira, pois os braços das poltronas não sobem, não permitindo que a criança durma na transversal com a cabeça no colo de um dos pais e os pés no colo do outro. Depois dos dois anos nunca pegamos as primeiras fileiras por conta dessa não elevação do braço da poltrona, isso ocorre na maioria da Economy Premium também, o que pode ser um problema.

Sempre levamos um brinquedinho simples, mas novo, para ser uma novidade, assim ele se entretém por muito tempo com o brinquedo – um carrinho simples mesmo de 5 reais já resolve o problema. Muitas companhias têm kits para crianças o que ajuda muito também!

Para os mais novos, se a viagem for na econômica é melhor voar durante o dia, na executiva durante a noite. Depois dos 3 anos já passamos a recorrer para as tecnologias, entretenimento de bordo já resolve bem para distração.

10 – Viajar com Crianças e Hospedagem Certa

Muitos hóteis não aceitam crianças ou não disponibilizam berços, portanto é importante ficar atento a esses detalhes. Priorizamos sempre acomodação com café da manhã, porque facilita muito! O Joaquim acorda sempre com muita fome e o buffet com grande diversidade é muito bom para crianças!

Gostamos muito da rede Novotel que sempre entrega um brinquedo na chegada e um nécessaire para as crianças. Para bebês e crianças mais novas, em estadias não tão curtas, acho bom opções de airbnb ou apart-hotel por conta da cozinha, que facilita a questão da alimentação.

Algumas Palavras

Mais uma vez nós agradecemos ao Rafael e a Ludmila por gentilmente escreverem o texto acima para nossos leitores do Pontos e Viagens.

Para finalizar, deixamos o Instagram do Criança Também Viaja onde você sempre encontrarão novas postagens da família, seja com dicas para viajar com crianças ou fotos de suas aventuras pelo mundo.

Para Saber Mais

Como viajar com criança é um tema importante, nós criamos um grupo de whatsApp exclusivo para o assunto onde os pais podem trocar experiências. Caso você queira participar, mande um email para nós no info@pontoseviagens.com.