Como é que eu posso aproveitar as milhas mesmo, hein?

6
Post para iniciantes - Como é que eu posso viajar com milhas mesmo, hein?

Apesar de o mercado das milhas continuar se expandindo exponencialmente no Brasil, ainda tem gente que não conhece muito bem como funciona esse mecanismo de acumular e aproveitar milhas ou pontos. Então, decidi fazer esse post para essas pessoas. Vamos lá!

Programas de Milhas – O Básico

De um modo geral, todas as companhias aéreas têm seus programas de milhagem. Embora o princípio seja o mesmo, cada programa tem suas particularidades no que diz respeito ao acúmulo e uso de pontos.

Por exemplo, via de regra, voando uma determinada quantidade de milhas dá direito ao cliente de resgatar uma passagem de ida e volta dentro do Brasil. Mas se esse cliente voar mais ainda e acumular mais milhas, ele pode resgatar uma passagem para os EUA e assim por diante.

Ou seja, quanto mais milhas ou pontos o cliente tem, mais passagens ele pode resgatar, ou ele pode resgatar passagens mais caras, como viajar para a Europa de primeira classe com milhas.

Aqui no Brasil, temos as seguintes companhias aéreas e seus respectivos programas de milhagem:

  • Latam – Latam Pass
  • Gol – Smiles
  • Azul – TudoAzul

Além dos brasileiros, também são muito populares no Brasil o TAP Miles&Go e o AAdvantage da American Airlines.

Mais uma coisa: as companhias aéreas costumam fazer parte de alianças (Star Alliance, Oneworld e Skyteam) ou fazer parcerias. O Smiles, por exemplo, não faz parte de nenhuma aliança e preferiu se manter independente, mas formou diversas parcerias com outras companhias aéreas.

Isso dá muitas vantagens, pois você acumula pontos na Smiles e pode resgatar passagens para voar na Emirates, por exemplo. Veja um exemplo disso neste post.

Agora você deve estar pensando que esse post não é para você, pois raramente você viaja de avião. No entanto, os programas brasileiros evoluíram de tal forma que hoje é possível acumular pontos sem precisar colocar o pé dentro de um avião.

Confira abaixo algumas das formas disponíveis para o acúmulo de pontos e milhas, inclusive voando!

Principais Meios para Ganhar Milhas e Pontos

1 – Voando

Esse é o meio original de ganhar milhas. Cadastre-se, gratuitamente, num programa de milhagens e quando for viajar na companhia aérea daquele programa basta inserir o número da sua conta na reserva ou no check-in para que as milhas sejam creditadas.

2 – Cartão de Crédito

A maioria dos cartões de crédito tem parceria com programas de milhas. Quando você gasta dinheiro no cartão, você acumula um certo número de pontos (geralmente cada US$ 1 equivale a uma milha/ponto, mas há diversos cartões que dão mais; além disso há aceleradores que dobram o valor do ponto).

O Ourocard Visa Infinite e o Ourocard Mastercard Black, por exemplo, oferecem 2 pontos a cada dólar gasto em compras.

À medida que o tempo vai passando, esses pontos vão se acumulando e você poderá transferi-los para os programas de milhas. Além disso, os programas de milhas estão sempre fazendo promoções de transferências bonificadas e em alguns casos os bônus chegam a 100% sobre o valor total dos pontos transferidos.

Dica: nunca transfira pontos do cartão sem bônus!

3 – Clubes de Milhas ou Pontos

Os programas brasileiros criaram os clubes de milhas. Com eles, você paga uma mensalidade e recebe um número determinado de milhas ao mês (é um meio indireto de compra de milhas).

Além disso, alguns clubes dão algumas vantagens para os associados como acesso antecipado às promoções, maior bônus/desconto na compra de milhas, etc. Entretanto, essa é uma decisão que precisa ser avaliada com atenção e cabe a cada um decidir se há espaço para isso no orçamento familiar.

4 – Compra de Milhas ou Pontos

A milha/ponto tem um custo de R$0,07. Ela é vendida em lotes de 1.000 por R$70,00. Muitas vezes os programas fazem promoções dando descontos ou bônus na compra de milhas.

Com esses descontos o valor da milha pode cair a R$0,025 quando a promo é boa. Então, nunca compre pelo valor cheio. Só faça isso se realmente precisar.

5 – Programas de Postos de Gasolina

Pois é, os postos de gasolina também entraram na farra dos pontos e milhas e se associaram aos programas de milhagens. Por exemplo, temos o Km de Vantagens que se associou ao Latam Pass, o Shell Resgate Fácil que está associado ao Smiles e o Petrobras Premmia que tem parceria exclusiva com o TudoAzul.

Aqui o mecanismo é o quanto você gasta de combustível. Acumulando um certo número de pontos, você faz a transferência para o programa de milhas. Também não custa nada se cadastrar.

6 – Pagamento de Boletos via Aplicativos

É possível pagar boletos com cartão de crédito em alguns aplicativos. Pagando boletos com o cartão (exceto boleto de cartão de crédito!), você acumula pontos no cartão que, futuramente, podem ser transferidos para o programa de milhas de sua preferência.

Neste post você encontra mais detalhes sobre isso.

Passo a Passo para Começar a Acumular e Viajar com Milhas

  1. Já que não custa nada, cadastre-se em todos os programas de milhas do Brasil. Mas tente dar preferência para um deles para acelerar o acúmulo de pontos.
  2. Verifique se seu cartão de crédito tem parceria com companhias aéreas e quanto você tem que gastar para ter uma milha/ponto no programa de milhas. Como eu disse, geralmente cada dólar gasto corresponde a uma milha, mas há cartões que dão mais e que também têm aceleradores (dobram a quantidade de pontos que você ganha). Aqui você acessa nossas avaliações de cartões de crédito.
  3. Comece a gastar tudo em cartão de crédito. Eu compro até o pãozinho da padaria no cartão.
  4. Associe-se a um clube de milhas. Veja seu orçamento e pondere se você pode gastar, ainda que no plano mais baixo. O mais vantajoso hoje em dia é o Livelo (independente, mas com parceria com o Smiles, Latam Pass, TudoAzul  e TAP Miles&Go).
  5. Se você voa com mais frequência, procure voar na mesma companhia aérea. Além de acumular mais milhas, você poderá ter status. E status é sempre bom.
  6. Acompanhe o seu saldo e veja se há milhas/pontos a expirar. Geralmente, há prazo de validade das milhas/pontos e cada programa tem o seu.
  7. Com calma, dê uma olhada nas regras dos programas de milhagem (regras de acúmulo, quantidade de pontos/milhas necessários para resgate, etc). É essencial que você conheça um pouco de cada um deles.

Algumas Palavras

Viajar com milhas é mais fácil do que parece. No entanto, não existe um truque para saber tudo sobre milhas de uma hora para a outra. É um tipo de conhecimento como outro qualquer – exige investimento de tempo.

O quanto de tempo é você que decide. Não é necessário conhecer profundamente, mas acho que ter uma noção básica dá uma orientação para o dia a dia das pessoas, quanto aos gastos, as transferências etc.

E claro, siga o Pontos e Viagens, pois estamos constantemente dando dicas de como acumular pontos e maximizar o uso dos mesmos.