Qatar Airways recebe US$2 bilhões em ajuda do governo qatari

1
Qatar Airways sorteará 21 mil passagens no mundo para professores

A situação não está fácil para ninguém, mas quando o estado tem dinheiro e é o dono da empresa aérea tudo fica mais fácil. Segundo a rede de televisão Aljazeera, o governo qatari condeceu um empréstimo de quase 2 bilhões de dólares para a Qatar Airways.

De acordo com a Qatar Airways, as perdas se devem à covid-19 e o fechamento da Air Italy na qual a empresa detinha 49% das ações. Além disso, há ainda o boicote de alguns dos países do Oriente Médio que há dois anos passaram a proibir voos da empresa e também não permitir que a mesma use seus espaços aéreos.

A Qatar Airways está acostumada a operar em condições difíceis. Mas 2019-2020 tem se mostrado como os anos mais difíceis que a empresa já teve. Se não fosse pelos problemas atuais, o resultado financeiro da Qatar Airways teria sido melhor que o do ano anterior, disse Akbar al-Baker, CEO da empresa.

Algumas Palavras

A Qatar Airways já passava por um momento delicado desde as restrições levantadas pelos países do Oriente Médio (Arábia Saudita, Emirados Arábes Unidos, Bahrain e Egito) e a covid-19 só fez a situação ficar ainda mais complicada.

O que chama a atenção é o fato de que mesmo passando por um momento como este, precisando de suporte do governo, a empresa continua investindo em outras cias aéreas. Por exemplo, recentemente eles compraram mais ações da IAG (empresa controladora da British Airways e Iberia) e vieram em socorro da Grupo Latam.

Só para colocar as coisas em perspectiva, a Delta não pôde participar do socorro à Latam por estar recebendo dinheiro do governo norte-americano. Ou seja, nada como pertencer ao estado!

A Qatar Airways, que é a segunda maior empresa aérea do Oriente Médio, atrás da Emirates, foi uma das únicas empresas que conseguiu manter voos durante o pico da pandemia da covid-19. Entretanto, como mostram os números acima, isso teve um custo bem alto.