Sala VIP da Latam em Johannesburg – Avaliação

4
Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Recepção do Lounge

Vamos lá conhecer a Sala VIP da Latam em Johannesburg neste post que foi escrito pelos nossos leitores Arthur e Tarsila em uma de suas viagens para a Ásia com conexão na capital Sul Africana.

A partir deste ponto, deixamos vocês nas mãos da Tarsila e do Arthur!

A banco sul-africano Bidvest, que mantém diversos lounges nos aeroportos da África do Sul, possui 03 lounges no Aeroporto Internacional de Joanesburgo (JNB) – clique aqui para ver os detalhes.

Dentre os citados lounges, o principal e maior deles é destinado aos embarques internacionais no aeroporto JNB, o Bidvest Premier Lounge.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Parceiros com acesso ao Bidvest Premier Lounge

Acessamos o lounge quando estávamos voltando de uma viagem até a Ásia, onde Joanesburgo foi nosso último ponto de parada antes de voltarmos ao Brasil.

Como o voo que iríamos realizar seria com a LATAM, com partida às 12:15h, pudemos ver o lounge em um período bem movimentado, ainda que pensemos que o movimento deve ser maior no período noturno quando mais voos partem para os outros continentes.

Horário de Funcionamento e Acesso da Sala VIP da Latam em Johannesburg

Ao contrário do esperado, mesmo havendo lounge da aliança OneWorld no terminal internacional (British Airways Galleries Lounge), os clientes que estejam voando em cabines premium da LATAM são direcionados para utilização do Bidvest Premier Lounge.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Placas indicando a direção do lounge

O lounge é de fácil admissão para os viajantes, já que possui uma ampla gama de parcerias através dos programas Diners Club, Dragon Pass, Lounge Buddy e Lounge Key.

De mesma forma, o acesso também é garantindo a viajantes em cabines premium que estejam voando pelas companhias aéreas Ethiopian Airlines e Qatar Airways. Além destas empresas, o lounge tem diversas outras parceiras locais, como é possível se verificar no aviso defronte à sala (foto acima).

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Escadas rolantes de acesso ao mezanino

No tocante ao horário de funcionamento, em que pese o seu funcionamento ser 24 horas, apenas se admite a entrada de passageiros com no máximo de 04 horas antes do horário de partida do voo. Ou seja, não é possível fazer longas escalas valendo-se dos serviços do lounge.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Vista externa do lounge

O acesso ao lounge é feito somente para passageiros com destino internacional (Terminal A no aeroporto JNB), estando localizado no andar mezanino, apenas a um lance de escadas rolantes, ao lado do balcão de Tax Refund. Encontrar o lounge é bem fácil, pois há diversas placas de identificação da sua localização ao longo do aeroporto.

Sala VIP Latam em Johannesburg – O espaço

A sala VIP é ampla e tem mais de 350 lugares sentados, dividido em vários ambientes, com diferentes configurações de assentos.

Em que pese os diferentes tipos de assentos, a decoração mantém o padrão de uso de madeira, com iluminação sóbria e espaçamento entre os lugares. O lounge fica na parte interna do aeroporto e por esta razão não tem visão para a pista, o que sempre é um ponto legal.

Vista geral do lounge

Ao chegarmos no lounge, fizemos uso do Lounge Key por meio dos vouchers oferecidos pelo cartão Elo Diners, o que exigiu um pouco mais de tempo para checagem pela atendente, sem que isso comprometesse a qualidade da recepção. Ponto de atenção para o lounge, já que como se trata de um espaço muito movimentado, em razão das diversas parcerias, a existência de somente 02 atendentes no balcão e havendo apenas um aparelho para verificação do Lounge Key, as filas podem ficar longas em períodos de pico.

Mesas para refeições

Dando a volta pelo balcão de entrada, ficam localizadas as mesas com pratos quentes aquecidos por rechauds, seguido de geladeiras com as bebidas geladas e mesas com oferta de bebida quente, tais como café e chás.

À direita, encontram-se localizados os banheiros, próximo a uma pequena sala reservada aos fumantes. Apesar de não sermos fumantes, entendemos que várias pessoas fumam e o acesso facilitado a um “fumódromo” pode ser visto como um ponto positivo para este público.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Poltronas

Talvez em razão das inúmeras parcerias de acesso à sala, mesmo com o limitador de 04 (quatro) horas antes dos voos, a sala estava bem movimentada. Todavia, mesmo assim contava com assentos vazios, individuais ou em grupos, como optamos.

Poltronas para um cochilo

As poltronas eram confortáveis e em sua grande maioria tinham tomadas ao lado – outro ponto positivo para o lounge. De fato numa época em que a maior parte dos viajantes se vale de diversos dispositivos e aparatos tecnológicos não entendemos como alguns lounges simplesmente esquecem que o amplo acesso às tomadas é tão importante quanto a qualidade das bebidas.

Sala VIP da Latam em Johannesburg – Alimentação

Havia uma grande variedade de pratos no lounge, contando tanto com refeições frias e quentes, sobremesas e alguns petiscos doces. Em que pese esta ampla variedade, acabamos não comendo muito, pois havíamos tomado café da manhã algumas horas antes.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Opção de prato quente – Batatinhas e vegetais
Frango

Em razão do grande número de passageiros daquele horário, o buffet central estava sendo constantemente reposto pela equipe. Mesmo assim, alguns pratos não eram abastecidos rápido o bastante, o que deixava várias lacunas, mas, no entanto, não afetou a qualidade geral da alimentação no lounge.

Vegetais e sopa

Embora havia um buffet central com uma maior disponibilidade de pratos quentes e frios, encontravam-se espalhados pelo lounge mais algumas pequenas ilhas com bebidas e snacks. Isso é sempre de bom tom, em especial para aqueles passageiros que já se alimentaram previamente ou não estão com fome e somente estão procurando descansar um pouco antes do voo.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Saladas individuais

Alguns pratos estavam sendo servidos não possuíam identificação, mas segundo o que pudemos verificar (no “olhometro”) estavam disponíveis, na área de pratos quentes:

  • Frango
  • Batatinhas assadas
  • Refogado de legumes
  • Arroz
Pratos frios

Já na área de pratos frios, haviam bowls com saladas já prontas das seguintes variedades:

  • Milho
  • Tomate, queijo, azeitona, cebola roxa e pepino
  • Finas fatias de cenoura com vagem e outros legumes

Já a área de panificação contava com diversos tipos de pães (integral, de banana, sem glúten), além de muffins salgados e doces, os quais também acompanhavam geleias e doces e patês salgados (ponto positivo para o lounge, segundo o Arthur, que achou que os muffins salgados estavam muito bons).

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Doces

Além dos pães, também havia uma pequena seleção de cookies, marshmallows e biscoitos.

Bebidas

Diferentemente de alguns lounges que contam com serviço de bar, as bebidas na sala VIP da Latam em Johannesburg estavam à livre disposição dos passageiros, em sistema de self-service. Particularmente, acharmos ser mais estiloso o serviço de bar, mas a facilidade de poder simplesmente acessar as bebidas com mais facilidade é um ponto que não deve ser desprezado.

Vinhos e espumantes no gelo
Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Vinhos brancos e tintos

Algumas bebidas estavam refrigeradas em geladeiras e outras submersas em gelo, sem contar as bebidas quentes e em temperatura ambiente. Naquela ocasião, foram disponibilizadas as seguintes variedades de bebidas alcoólicas:

  • Vinhos e espumantes locais
  • Whisky
  • Conhaque Hennessy
  • Gin
  • Amarula
  • Bacardi
Bebidas alcoólicas

Além desta seleção considerável de bebidas, havia cervejas, refrigerantes, águas saborizadas e sucos dispostos.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Seleção de chás

Para arrematar, verificamos haver chás (de marca local) e café da máquina de Nescafé.

Estação de café e chá

Banheiros

Os banheiros encontram-se localizados no fim da parte direita do lounge, diametralmente opostos ao buffet central. Os banheiros são divididos individualmente (cerca de quatro) e estavam bem limpos, com vaso sanitário no estilo ocidental.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Banehiros individuais

A opção por contar com banheiros individualizados, além de ser mais privativa, dá espaço também para o viajante contar com uma cabine para, por exemplo, trocar de roupas sem realizar exercícios de contorcionismo em cabines minúsculas. Para nós, um ponto positivo.

Chuveiros

Além de contar com cabines individualizadas de toaletes, o lounge conta também com o serviço de chuveiros, sempre uma boa pedida especialmente em caso de conexões ou voos noturnos, quando o check-out realizado no hotel (e aquela última chuveirada) são já uma memória distante.

Por estarmos pegando um voo que partia na hora do almoço (12:15 no horário local), tínhamos feito o check-out do hotel poucas horas antes e por esta razão acabamos não utilizando o serviço de chuveiros.

Sala VIP Latam em Johannesburg - Avaliação
Chuveiros

Entretanto, afim de conseguirmos coletar o maior número de detalhes possíveis, pedimos para tirar foto do banheiro com chuveiro, pedido este que foi gentilmente atendido pela responsável pelo setor. Pudemos notar que as cabines possuem box de vidro com espaço regular para tomar banho. Além disso, o ambiente das cabines individuais de chuveiro ainda conta com vaso sanitário e pia, permitindo uma higiene completa.

Equipe

Embora tenhamos ficado pouco tempo no lounge (cerca de 01 hora), podemos perceber que a equipe se esforçou para manter a qualidade do lounge.

Não somente a equipe que cuidava da alimentação e bebida procurava repor os pratos de maneira célere (ainda que, como apontamos, às vezes a velocidade não fosse suficiente para aplacar a fome dos viajantes), como também o lounge em si encontrava-se muito limpo, com diversas equipes realizando o recolhimento de pratos e bebidas não terminadas, sempre de maneira solícita e cortês.

No que tange aos banheiros, estes também se encontravam limpos, em que pese serem poucos perto do número de pessoas que utiliza o lounge.

O único ponto negativo para equipe talvez tenha sido na recepção, pois o número de atendentes nos pareceu insuficiente para atender aos viajantes em horários de pico, o que acabou gerando uma longa fila.

Wi-fi

No tempo em que ficamos no lounge usamos o wi-fi somente para realizar navegação na internet e baixar alguns episódios de séries.

Acesso a internet

Não medimos a velocidade, contudo nos pareceu que a internet, talvez pelo alto número de usuários-viajantes, lenta e intermitente.

Algumas Palavras

A sala VIP da Latam em Johannesburg, que pertence ao banco Bidvest Premier, é um lounge bom e funcional. De fato, apesar de não ser nenhuma obra de engenharia arquitetônica ou possuir uma vasta seleção de pratos e serviços, ele atende bem que procura uma parada rápida no aeroporto de Joanesburgo.

Aliado ao fato de que existe uma limitação de permanência no lounge, a nossa opinião é de que talvez este não seja o lounge mais adequado para uma longa permanência (tal como em uma longa conexão). Entretanto, temos que destacar que a equipe se mostrou muito prestativa além da limpeza estar em um ótimo nível.

A curiosidade ficou para o fato de que mesmo havendo lounge da British no mesmo terminal internacional, os passageiros de cabines premium da LATAM e da Qatar utilizam este lounge ao invés do lounge da parceira.

Mais uma vez agradecemos ao Arthur e a Tarsila por compartilhar conosco este review da sala VIP da Latam em Johannesburg, que obviamente foi produzido antes da pandemia da covid-19.

Para Saber Mais

Neste link você pode ler outros relatos de Salas VIPs.