Smiles tem duas novas parceiras aéreas

0

Dica preciosa do leitor Arthur Marques, a quem agradeço muito: o Smiles, na surdina, acrescentou duas novas parceiras aéreas ao seu portfolio. Como não poderia deixar de ser, uma delas é membro da Skyteam – com quem o Smiles mantém laços por meio da Delta, acionista da GOL e a outra não pertence a nenhuma aliança. São elas a Air Europa e a TAAG, companhia oficial de Angola.

Tanto parceira com a companhia africana como com a espanhola servem apenas para o resgate de milhas, como determinado nos termos e condições de cada uma, respectivamente:

Termos e Condições – A compra de passagens áreas para voos com a TAAG e bilhetes emitidos com milhas na Smiles não contemplam o acúmulo de milhas no Programa Smiles. – Os voos da TAAG são elegíveis, apenas, ao resgate de milhas. – É responsabilidade do passageiro observar todas as exigências para embarque e desembarque no país de sua viagem, incluindo obtenção de passaporte, vistos e vacinações, além de quaisquer outras regras que venham a ser   aplicadas. – Verifique diretamente com a companhia aérea os procedimentos e taxas para inclusão de crianças menores de 2 anos em bilhetes Smiles. – A contratação de serviços especiais deverá ser feita diretamente com a companhia aérea.

Termos e Condições – A compra de passagens áreas para voos com a Air Europa e bilhetes emitidos com milhas na Smiles não contemplam o acúmulo de milhas no Programa Smiles. Os voos da Air Europa são elegíveis, apenas, ao resgate de milhas. É responsabilidade do passageiro observar todas as exigências para embarque e desembarque no país de sua viagem, incluindo obtenção de passaporte, vistos e vacinações, além de quaisquer outras regras que venham a ser aplicadas. Verifique diretamente com a companhia aérea os procedimentos e taxas para inclusão de crianças menores de 2 anos em bilhetes Smiles. A contratação de serviços especiais deverá ser feita diretamente com a companhia aérea.

Valores para resgate

Com a Air Europa, eu não consegui precificar a executiva, pois nas datas que pesquisei não havia disponibilidade.

Mas para a econômica, consegui encontrar o trecho da volta por 27.300 milhas em março de 2020.

Mas atenção para as regras tarifárias, já que não é permitido o cancelamento e a passagem não inclui franquia de bagagem.

Pela TAAG, por sua vez, é possível encontrar passagens entre São Paulo e Luanda por 43.600 milhas.

Já as regras tarifárias da TAAG são bem mais benevolentes do que as regras da Air Europa:

É possível o despacho gratuito de dois volumes, além do reembolso sair por USD 17.5 – imagino que esteja errado e inseriram um ponto (.) entre o 17 e o 5 … de qualquer modo, deixo aqui o print para vocês verem …

É sempre bom abrir o leque de parceiras, especialmente com companhias aéreas Skyteam. Quem conseguiu o status match com a Aerolineas Argentinas em dezembro do ano passado, tem podido usufruir de uma peça de bagagem gratuita e acesso aos lounges da aliança independentemente da classe voada.