South African vai encerrar operações no Brasil

11
South African Airways
South African Airways

A South African Airways (SAA) anunciou um plano de reestruturação face às imensas dificuldades financeiras pelas quais passa.  Chegou-se a cogitar, inclusive, a falência da empresa. Entretanto, transportadora conseguiu um aporte de verbas condicionado a uma completa remodeliagem de suas operações junto a especialistas, credores e o governo sul-africano.

Rotas Internacionais e Regionais Canceladas da South African

As seguintes rotas internacionais a partir de Johannesbourg foram canceladas:

  • Abidjan
  • Entebbe
  • Guangzhou (que estava para ser lançada)
  • Hong Kong
  • Luanda
  • Munique
  • Ndola
  • São Paulo

Estão mantidas as rotas para:

  • Frankfurt
  • Londres
  • Nova York
  • Perth
  • Washington D.C.

Entretanto, a empresa manteve diversos voos regionais, a saber:

  • Blantyre
  • Dar es Salaam
  • Harare
  • Kinshasa
  • Lagos
  • Lilongwe
  • Lusaka
  • Maputo
  • Mauritius
  • Nairobi
  • Victoria Falls
  • Livingston
  • Windhoek

Encerramento das Operações e Reembolso dos Bilhetes

Os voos entre Johannesbourg e São Paulo serão interrompidos a partir do dia 29 de fevereiro e haverá a possibilidade de reacomodação ou o reembolso dos bilhetes adquiridos.

O Que Fazer?

Se você comprou um bilhete diretamente com a South African, ligue imediatamente para o escritório da empresa e peça a reacomodação em outro voo. Atualmente, somente a LATAM voa diretamente entre São Paulo e Johannesbourg e, inclusive, tem voos em codeshare com a SAA.

Se você comprou o bilhete com a LATAM e há um voo em codeshare, a solução é ligar para a LATAM e pedir a reacomodação ou o reembolso do bilhete.

Agora, há a possibilidade de o bilhete ter sido emitido com milhas / pontos por meio de programas de milhas da Star Alliance, como o Lifemiles ou o MileagePlus, da United, ou até mesmo com o finado Amigo.

Caso a emissão tenha sido com um programa em pleno funcionamento, ligue para lá e peça o reembolso das milhas sem penalidade ou a reacomodação em outro voo (possivelmente envolverá outra rota).

Agora, se o bilhete foi emitido via Amigo, a solução é entrar em contato com a SAA e pedir que a empresa reacomode o passageiro em outra companhia. Nesse caso, acho difícil algum tipo de compensação financeira extra-judicial.

Algumas Palavras

Já faz algum tempo que é exigido cuidado com emissões com a South African (e com a Alitalia também). As dificuldades financeiras são notórias e antigas. É uma pena que um canal importante de conexão entre Brasil e África tenha se fechado. A grande beneficiada, sem dúvida, é a LATAM, que agora detém o monopólio da rota.

Para ler o press release da SAA, clique aqui.