Super cartões de crédito brasileiros – Valem a pena?

15
Super cartões de crédito brasileiros - Valem a pena?

Enquanto alguns estão felizes com um cartão de crédito Platinum, outros tantos querem o que há de melhor e mais exclusivo no mercado. Pensando nesses clientes, os principais bancos brasileiros lançaram ao longo dos últimos anos os super cartões de crédito.

Obviamente, pertencer a esse seleto grupo tem um preço e a grande pergunta é – Será que vale a pena pagar este preço?

Neste artigo, produzido a quatro mãos com o Paulo Leo, vamos analisar as principais características destes cartões de crédito que consideramos ser os mais seletos do Brasil atualmente.

Banco Brasil Altus Visa Infinite

O Banco Brasil Altus Visa Infinite foi o último dos super cartões a chegar no mercado brasileiro e, por ora, está disponível exclusivamente aos clientes do segmento Private do Banco do Brasil.

  • Anuidade: R$ 1.440,00
  • Renda mínima – Estar segmentado no Private do Banco do Brasil
  • Isenção da anuidade – Acumulando a partir de R$ 25.000,00 em compras na função crédito a cada fatura, a parcela mensal da anuidade é isenta
  • Cartões adicionais – Até 8 cartões adicionais isentos de anuidade
  • Acesso a salas VIP’s por meio do LoungeKey – Visitas ilimitadas gratuitas para o portador e seus convidados, para o titular e para os adicionais
  • Pontuação – 2,5 pontos por dólar gasto. Promocionalmente, até 31 de dezembro de 2020, o acúmulo é de 4 pontos por dólar gasto
  • Validade dos Pontos – Nunca expiram

Aqui você lê nossa análise detalhada do cartão e aqui você acessa a página do banco para obter maiores informações.

Bradesco Aeternum Visa Infinite

Quando lançado, o Bradesco prometia oferecer por tempo limitado 100 mil pontos Livelo como bônus de adesão. A boa notícia é que o bônus continua valendo, o que provavelmente indica que o cartão não teve a procura que o Bradesco esperava.

  • Anuidade – R$ 1.500,00
  • Renda mínima – Estar segmentado no Private do Bradesco ou ter mais de R$ 1 milhão investidos no segmento Prime (as informações abaixo são diferentes do cartão emitido no Prime)
  • Isenção da anuidade – Não divulgada
  • Cartões adicionais – até 3 cartões adicionais isentos de anuidade, os demais custam R$ 750,00 cada
  • Acesso a salas VIP’s por meio do LoungeKey – Visitas ilimitadas gratuitas para o portador e 12 acessos gratuitos para convidados, para o titular e para os adicionais. Acesso ilimitado às salas Bradesco (CGH, GRU, SDU e CWB) e parceiras no Brasil (Star Alliance – GRU, VIO Club – BSB e Ambaar – CNF), com direito a um acompanhante
  • Pontuação – 4 pontos por dólar gasto no Brasil e 5 pontos por dólar gasto no exterior (condição válida até 31/12/2020). Após esse período, 2,3 pontos por dólar gasto
  • Validade dos Pontos – Nunca expiram

Aqui você lê nossa análise detalhada do cartão e aqui você acessa a página do banco para obter maiores informações.

Santander Unlimited Visa Infinite

O Unlimited está disponível tanto na versão Visa quanto Mastercard Black e o cliente tem a opção de escolher qualquer um dos dois, embora hoje o Santander dê preferência aos cartões da bandeira Visa.

  • Anuidade – R$ 1.290,00
  • Renda mínima – Estar segmentado no Private do Santander ou ter renda comprovada de R$ 40.000,00 no segmento Select
  • Isenção da anuidade – Acumulando a partir de R$ 40.000,00 em compras na função crédito a cada fatura, a parcela mensal da anuidade é isenta
  • Cartões adicionais – Até 7 cartões adicionais isentos de anuidade
  • Acesso a salas VIP’s por meio do LoungeKey – Visitas ilimitadas gratuitas para o portador e 8 acessos gratuitos para convidados, para o titular e para os adicionais
  • Pontuação – 2,2 pontos por dólar gasto
  • Validade dos Pontos – Nunca expiram

Aqui você lê nossa análise detalhada do cartão e aqui você acessa a página do banco para obter maiores informações.

Bradesco American Express The Platinum Card – Edição Especial

O The Platinum Card é bem popular mundo afora, mas no Brasil ele perdeu parte do brilho quando o Bradesco migrou o sistema de pontuação para a Livelo.

  • Anuidade – R$ 1.400
  • Renda mínima – Não informada (apenas mediante convite do banco)
  • Isenção da anuidade – Não informada
  • Cartões adicionais – Até 10 cartões adicionais isentos de anuidade
  • Acesso a salas VIP’s por meio do Priority Pass – Apenas 2 visitas por ano. Acesso ilimitado às salas Bradesco (CGH, GRU, SDU e CWB), à sala American Express (GRU) e parceiras (Star Alliance – GRU, Vip Club – BSB e Ambaar – CNF) no Brasil (com direito a um acompanhante), além das salas da American Express e parceiras da bandeira (Delta Sky Club e Airspace Lounges) pelo mundo
  • Pontuação – 2,2 pontos por dólar gasto no Brasil e 3 pontos por dólar gasto no exterior (condição válida até 31/12/2020). Após esse período, 2,2 pontos por dólar gasto
  • Validade dos Pontos – Nunca expiram

Aqui você lê nossa análise detalhada do cartão e aqui você acessa a página do banco para obter maiores informações.

Itaú Private Visa Infinite

Provavelmente este é o cartão mais exclusivo do Itaú, superando inclusive os do Personnalité. Para ter acesso ao mesmo é preciso ter pelo menos 5 milhões de reais investidos no banco.

  • Anuidade – Isenta
  • Renda mínima – Estar segmentado no Private do Itaú ou ter 5 milhões de reais investidos no banco.
  • Cartões adicionais – Até 6 cartões adicionais isentos de anuidade
  • Acesso a salas VIP’s por meio do LoungeKey – 10 visitas gratuitas por ano para o portador e seus convidados, para o titular e para os adicionais.
  • Pontuação – 2,5 pontos por dólar gasto no Brasil e 3 pontos por dólar gasto no exterior
  • Validade dos Pontos – Não informada

Aqui você lê nossa análise detalhada do cartão e aqui você acessa a página do banco para obter maiores informações.

Qual o Melhor Cartão?

Embora todos venham com uma proposta de exclusividade, os super cartões são bem parecidos entre si. No final das contas, a escolha do cartão irá sempre recair sobre qual banco o cliente já têm relacionamento.

Para quem viaja frequentemente para o exterior e considera acesso a lounges um benefício importante, Altus, Aeternum e Unlimited são as melhores opções. Já para quem viaja mais pelo Brasil,  o Aeternum e o TPC devem ser a melhor opção devido ao acesso ilimitado aos lounges do Bradesco.

Algumas Palavras

A questão se vale a pena ter um dos super cartões de crédito que discutimos aqui torna-se secundária, pois a grande pergunta a ser feita por cada um é se vale a pena manter o investimento mínimo requerido para ser segmentado no Private desses bancos.

Impossível não notar as contradições que existem com esses cartões. Depois de exigir um investimento milionário para ter acesso aos mesmos, os bancos ainda cobram a anuidade de seus clientes. Seguramente uma pessoa com, digamos, 3 milhões de reais investidos no Banco do Brasil deveria receber o Altus sem nenhuma anuidade. Neste sentido, o Itaú é um exemplo a ser seguido.

Além da anuidade, outra crítica a estes cartões é a pontuação oferecida. Dados os requisitos para ter acesso aos mesmos, os clientes seguramente são bem rentáveis. Portanto, acreditamos haver espaço para uma pontuação mais agressiva.

Se por um lado o Itaú merece reconhecimento por isentar a anuidade, por outro lado peca em oferecer apenas 10 acessos gratuitos aos lounges do LoungeKey. E o que dizer então do Bradesco e seu TPC que oferecem apenas 2 acessos?

Aliás, não há como não comentar o fato de que os portadores desses cartões, em sua maioria, devem ser sempre passageiros de classe executiva e assim têm acesso garantido aos lounges das empresas aéreas com quem viajam. Em outras palavras, Bradesco e Itaú, ao não oferecer acesso ilimitado às salas VIP’s do LoungeKey, perdem uma ótima oportunidade de se fazer marketing sobre os seus cartões.

E qual a sua opinião? Você acha que vale a pena ter um destes super cartões de crédito?

Para Saber Mais

Neste link você acessa todas as nossas análises de cartões de crédito.