Surpresa na aviação mundial: IAG compra Air Europa

0

Segunda-feira amanheceu com uma surpresa na aviação comercial do mundo. O grupo IAG, controlador da British Airways e da Iberia, fez oferta de 1 bilhão de euros pela Air Europa em dinheiro vivo.

A Operação

A operação foi anunciada há pouco pela Comissão Nacional do Mercado de Valores Mobiliários da Espanha, mas ainda deve ser aprovada pelas autoridades regulatórias na segunda metade de 2020.

Caso a operação não se concretize em razão de violação das regras de concorrência ou algo similar, o IAG deverá pagar 40 milhões de euros para a Air Europa a título de quebra de negócio.

Quem é a Air Europa?

A Air Europa é uma empresa aérea espanhola com sede em Madri, na Espanha. Ela pertence ao grupo Globalia. Com 66 aeronaves na frota, ela voa para 69 destinos, incluindo voos de longa distância para a América do Sul, Estados Unidos e Caribe. A empresa também opera voos para diversas cidades europeias e para o norte da África.

Em 2018, a empresa gerou receita de 2.1 bilhões de euros, com lucro operacional de 100 milhões de euros. Ela transportou 118 milhões de passageiros no ano passado.

A empresa opera com 14 aeronaves B787, mas tem pedido para mais 6, totalizando 20 Dreamliners na frota. Além disso ela tem 11 A330, 20 B737, 11 Embraer 195 e 9 ATR42/72.

Em relação à configuração, os B787 dispõe de assentos-cama alinhados 2-2-2 na executiva, e 3-3-3 na econômica. Alguns A330 estão sendo retrofitados com a mesma business do B787.

Ela pertence ao Skyteam, a mesma aliança da Delta, que acabou de adquirir 20% da LATAM, que ainda é da Oneworld (mas vai sair), a mesma aliança da British Airways e Iberia, que pertencem à IAG, que vai comprar a Air Europa.

Air Europa Business Class B787
Air Europa Business Class B787
Air Europa Business Class B787
Air Europa Business Class B787
Air Europa Classe Econômica B787
Air Europa Classe Econômica B787

Os Objetivos da Aquisição da Air Europa pelo IAG

O objetivo da compra é estratégico. A IAG quer tornar Madri um hub chave para operações aéreas comerciais na Europa. Assim, a capital espanhola passaria a competir com grandes hubs como Amsterdam, Frankfurt, Paris e Londres. Além disso, a compra permite um aumento significativo da presença da IAG no mercado sul-americano e caribenho.

Como objetivo adicional a operação vai poder tornar Madri em um centro de conexão entre a América do Sul e a Ásia.

Aliás, foram essas as exatas palavras de Willie Walsh, o CEO da IAG. A aquisição irá restabelecer a IAG como a líder do altamente atrativo mercado entre Europa e América do Sul e Caribe.

A marca Air Europa será inicialmente mantida e a empresa ficará separada das operações da Iberia, mas será administrada por Luís Gallego, o responsável pela Iberia.

A Presença da Air Europa no Brasil

A Air Europa atualmente serve três cidades brasileiras: São Paulo, Salvador e Recife. Agora em novembro, ela vai estrear uma nota rota unindo Fortaleza a Madri.

Em maio desse ano, a Globalia, controladora da Air Europa, formalizou um pedido junto à JUCESP (Junta Comercial de São Paulo) para a criação de uma companhia aérea no Brasil.

Algumas Palavras

As notícias de aquisição de empresas aéreas não param de nos surpreender, especialmente quando envolvem companhias de alianças diferentes. Agora é a vez de especularmos sobre o destino da Air Europa – será ela mantida como membro Skyteam ou migrará para a Oneworld?

Eu imagino que a empresa vai sair da Skyteam e entrar na Oneworld. Ambos os processos são demorados, mas não faz o menor sentido o chefe da Iberia ficar a frente de uma empresa membro da aliança rival.

O que também é possível é que a empresa saia da Skyteam, mas seja apenas parceira da British e da Iberia, assim como a Aer Lingus. Aliás, a empresa irlandesa já fez parte da Oneworld em um passado recente, mas saiu da aliança.

E na entrevista dada, a marca será inicialmente mantida. Não será nenhuma surpresa se, no futuro, ela seja absorvida pela Iberia.

Agora, em relação ao mercado brasileiro, quem fez o pedido de constituição de uma empresa doméstica foi a Globalia, que é controladora da Air Europa. E a voadora é a única companhia aérea do portfólio da Globalia.

Não sei ao certo como isso será desenvolvido agora com a saída da Air Europa do grupo.