Tóquio estuda novo estado de emergência

2
Tóquio vazia durante a pandemia
Tóquio vazia durante a pandemia - Shibuya Crossing

Tóquio e três prefeituras adjacentes estão prestes a entrar em estado de emergência após a área. O Primeiro Ministro japonês Yoshihide Suga sugeriu a medida em virtude do aumento acentuado dos casos de coronavírus na capital japonesa – são mais de 1.300 casos diários da doença. Se implementada, será a segunda vez que a cidade enfrentará o estado de emergência desde o início da pandemia.

Membros do governo acreditam que a medida será tomada ainda nessa semana e deve durar, pelo menos, um mês. Ainda não se sabe a extensão do estado de emergência, apenas que ele será mais focado. A medida deve afetar, principalmente, bares e restaurantes, que já estão funcionando em horário reduzido.

Muitas manifestações, apesar de serem críticas ao governo, são surpreendentes para nós, brasileiros, cujos políticos têm alergia a medidas mais restritivas em relação à pandemia.

Parece ser uma unanimidade a necessidade de se declarar a emergência, sendo que a classe política entende que ela deve ser estendida para outras zonas, ou que, pelo menos, a epidemia seja controlada na área de Tóquio para não se espalhar por outras áreas. Alguns cidadãos comuns, por sua vez, acham que o governo está demorando demais para tomar a decisão de restringir as atividades da capital. Outros, por sua vez, temem pela economia, e, em última análise, pelos seus empregos.

Quanto à expectativa de vacinação, o Japão tem um cronograma que prevê o início para o final de fevereiro.

Um recrudescimento das medidas sanitárias pode ter impacto direto nas Olimpíadas, que estão planejadas para julho desse ano. Apesar de o Primeiro Ministro ter confirmado o evento, a população japonesa prefere adiar os jogos ou até mesmo cancelá-los.

Os jornais japoneses afirmam que a vacinação será obrigatória para os atletas participantes e para os espectadores. Ainda não se sabe se o Japão abrirá as fronteiras para turistas do mundo inteiro, se formará uma bolha com alguns países selecionados ou se, simplesmente, vai manter os jogos com apenas com visitantes domésticos.