Duas Semanas Viajando pelo Vietnã – Minhas Impressões

Uma experiência única!

12
Duas Semanas Viajando pelo Vietnã – Minhas Impressões
Festival das Lanternas em Hoi An (Crédito - Dr Robb)

Já fazia muito tempo que o Vietnã estava na minha lista de países a serem visitados e no último mês de julho eu finalmente consegui conhecê-lo. E posso dizer que foi uma das melhores viagens que eu já fiz.

Entendendo um Pouco da História do Vietnã

O Vietnã tem algumas características bem particulares, diretamente ligadas à sua história e que o tornam um destino interessantíssimo. O país passou por quase 100 anos de colonização francesa, uma divisão territorial entre Norte e Sul e a sangrenta Guerra do Vietnã. Ao fim, tornou-se não só um país comunista, como também um dos mais fechados do mundo. E a situação só começou a mudar a partir da segunda metade da década de 80.

Por exemplo, o sistema bancário só começou a ganhar musculatura a partir de 1987. Além disso, foi apenas nos últimos anos que o governo transferiu para os seus cidadãos a propriedade dos estabelecimentos que já estavam sob suas responsabilidades, mas que oficialmente pertenciam ao estado.

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Festival das Lanternas em Hoi An

Com isso, o que se vê é um povo trabalhador que está correndo atrás de décadas perdidas e lutando como podem para ter um futuro melhor. A vivacidade do comércio que se vê pelas ruas, ainda que de forma extremamente informal, é impressionante!

Viajar Pelo Vietnã é Para Todos?

A resposta é bem simples e direta – não! O Vietnã não é para todo mundo. Pelo que já ouvi muitas vezes, o Vietnã é um daqueles destinos onde as pessoas amam ou odeiam.

E por que isso? Primeiro que o clima não é dos mais amigáveis. Quando nós (eu estava viajando com um amigo) estivemos no país as temperaturas se mantiveram por volta dos 35ºC. Porém, a humidade do ar, que é sempre altíssima, causava uma sensação térmica de 40ºC! Além disso, todo final de tarde caía aqueles temporais dignos do verão brasileiro!

Segundo, explorar o Vietnã da maneira que o país merece significa caminhar muito. Na maior parte das vezes, por ruas tomadas por comerciantes ou motocicletas que viajam pelas calçadas para evitar o tráfego ou simplesmente para poder ir na direção oposta quando a via é de mão única. Mas, cá entre nós, tudo isso faz parte da experiência e torna a viagem muito melhor.

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Ruas das Cervejas em Hanoi

Quanto aos vietnamitas, claro que existem exceções como em qualquer lugar do mundo, mas o povo me pareceu muito simpático. O comando da língua inglesa é extremamente limitado e praticamente não existe fora dos hotéis, bares e restaurantes. Porém, isso não os impede de sorrir e tentar interagir com você mesmo em situações onde eles não estão querendo te vender absolutamente nada.

E para finalizar, falo da segurança. Eu não me senti inseguro em nenhum momento durante os quinze dias que passamos no país. É claro que, como em qualquer lugar do mundo, é preciso ficar atento por onde se vai e ter cuidado com carteira e telefone nos bolsos ou na mochila que fica nas costas.

Minha Viagem pelo Vietnã

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Meu Roteiro de Sul a Norte

Eu e meu amigo passamos exatos 15 dias no país. Nossa viagem começou por Ho Chi Minh City e depois visitamos Hue, Da Nang, Hoi An, Halong Bay e Hanoi.

Fizemos tours em cada uma das cidades, além de caminhar por conta própria por todo lado, viajamos na Vietnam Airlines, viajamos de trem e fizemos até um mini cruzeiro. Imagina o tanto de história que temos para contar!

Além de curiosidade, para poder explorar o país e navegar por suas ruas, o turista precisa de três coisas:

  • Um SIM card local para o celular
  • O aplicativo Grab Taxi
  • O aplicativo do Google Translate

SIM Cards para o Celular no Vietnã

Hoje em dia é impossível viver sem um telefone celular para o WhatsApp ou as mídias sociais, mas no Vietnã é parte fundamental da viagem. Eu comprei um SIM card no aeroporto de Ho Chi Minh City por R$39 / £7.5 / €8.70 válido por 30 dias e com 30 GB de dados, sendo os dez primeiros GBs de velocidade ‘super fast’. Eu não tenho nem noção de quanto eu usei, mas funcionou perfeitamente bem durante toda a viagem.

E o SIM card é preciso para que se possa usar o Grab Taxi e o Google Translate, além do Google Maps para se nortear pelas ruas. Agora, é claro que não é preciso comprar o SIM card no Vietnã, pois hoje em dia existem muitas possibilidades e cada um encontra a que mais lhe convém.

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Pôr do Sol em Halong Bay

Aplicativo Grab Taxi no Vietnã

O Grab Taxi é o Uber do Vietnã. Funciona muitíssimo bem, com exceção das cidades pequenas, e com ele é possível se locomover para todos os lados quando caminhar é inviável. Além disso, o Grab Taxi facilita a comunicação com os motoristas, pois pode-se escrever qualquer coisa e o aplicativo traduz para o vietnamita e vice-versa.

E falando em táxis, é ba-ra-tís-si-mo! As corridas de táxi que eu fiz para ir de um ponto a outro dentro das cidades custaram, em média, algo entre R$4 / £0.80 / €0.92 e R$15 / £3 / 3.50. Pode um negócio desses?!?!

Usando o Google Translate no Vietnã

O Google Translate se mostrou uma ferramenta extremamente útil durante a minha viagem. Se você ainda não o conhece, eu sugiro que faça o download do aplicativo, pois hoje em dia o mesmo está disponível em praticamente qualquer língua.

Com o Google Translate é possível escrever algo em uma língua e ele traduz o texto para outra língua. Além disso, e aqui é a melhor parte, é possível falar algo no microfone em uma língua e o Google traduz a mensagem, também de voz, para a outra língua.

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Eu Negociando Através do Google Translate

Eu nunca tinha me imaginado em uma situação como essas antes, mas eu negociei o preço de lembrancinhas com uma vendedora usando o Google Translate. Eu não sei dizer se tive êxito ou não, mas consegui 15% de desconto!

E para facilitar as coisas, a minha dica é que se tenha o dicionário vietnamita baixado no celular antes de se chegar no país. Com isso, é possível usar o aplicativo mesmo que se esteja em um local sem sinal de telefone.

Comendo no Vietnã

Aqui foi onde, infelizmente, tivemos os maiores problemas!

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Mercado em Ben Tre

A comida vietnamita é maravilhosa, mas à medida que começamos a visitar as cidades e explorar os mercados locais, ficamos bem preocupados com o modo como os alimentos (carnes e peixes) são conservados (lembre-se que a temperatura estava sempre por volta dos 35ºC). E a partir daí, não queríamos ir a qualquer restaurante, pois a última coisa que se quer é passar mal com uma intoxicação alimentar durante as férias.

Além disso, devido a algumas experiências frustradas, não confiávamos no TripAdvisor e nos reviews que líamos. Consequentemente, começamos a pedir recomendações nos hotéis onde estávamos hospedados e a coisa também não funcionava muito bem!

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Carne de Porco e Arroz

As sugestões eram sempre para o melhor restaurante francês, o melhor italiano ou o melhor qualquer outra coisa! Menos um vietnamita! E quando eu questionava o porquê de não nos recomendarem nenhum restaurante vietnamita, a resposta ia sempre de encontrou ao que eu falei acima no quesito higiene.

No fim das contas, nós conseguimos visitar alguns restaurantes vietnamitas muito bons. Mas isso só aconteceu depois de muita pesquisa online e fazendo algumas referências cruzadas entre diferentes guias. E claro, nem sempre deu certo, pois acabamos em alguns “buracos” nada agradáveis.

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Bolinho Vietnamita – Sempre Delicioso

Agora veja bem, não há certo ou errado, pois tudo é uma questão cultural. O que parece inapropriado para mim, pode ser algo perfeitamente aceitável para qualquer outra pessoa. E, o mais importante, tudo isso pode ter sido apenas uma neurose minha. Pois quando se andava pelas ruas, era possível ver os turistas comendo de tudo em qualquer lugar.

Próximas Avaliações sobre o Vietnã

Como parte da minha viagem pelo Vietnã eu fiz as seguintes avaliações:

Algumas Palavras

Como eu disse no começo desse post, o Vietnã foi um dos países mais interessantes que eu já visitei e eu não hesitaria em voltar a qualquer momento. Eu recomendo o Vietnã de olhos fechados para qualquer um, basta abrir os olhos e estar preparado para absorver um maravilhoso choque cultural!

Duas Semanas Viajando pelo Vietnã - Minhas Impressões
Cidade Imperial em Hue

Faria alguma coisa diferente? Sim, eu reservaria os meus passeios com antecedência para evitar pagar preços inflacionados nos hotéis. Aqui foi um grande erro da minha parte, pois invariavelmente eu faço todos os passeios sozinho sem a necessidade de guias. Porém, no Vietnã o turista precisa de guias quando o passeio em questão é fora das cidades.

Como eu não havia reservado nada com antecedência e aliado ao medo de pegar uma recomendação errada do TripAdvisor, eu acabei contratando os guias dos hotéis. O serviço oferecido foi excelente em todos os casos, mas eu teria pagado menos se as reservas tivessem sido feitas com antecedência e diretamente com os guias.

Tem alguma pergunta sobre a minha viagem pelo Vietnã? Escreva para info@pontoseviagens.com e eu terei o maior prazer em lhe responder.

Para Saber Mais